Bryan Adams no Brasil: cantor confirma shows no país em Outubro

Fãs de Bryan Adams, preparem-se! O músico acaba de anunciar que vai trazer sua atual turnê ao Brasil ainda este ano.

Adams vem divulgar seu mais recente disco, Shine a Light, lançado em Março deste ano, com dois shows no país em Outubro. As apresentações acontecem no dia 18 em São Paulo (Allianz Parque Hall), e no dia 19 no Rio de Janeiro (Jeunesse Arena).

A venda de ingressos começará no próximo dia 22 de Julho, às 00h01 (de domingo para segunda-feira), para o show em São Paulo e, no próprio dia 22 de Julho, às 10h, para o show no Rio de Janeiro.

Bryan Adams

A turnê do cantor desembarca no Brasil depois de passar pelo Canadá, Reino Unido, Nova Zelândia, Austrália e Europa.

Adams tem na bagagem hits como “Heaven”, “(Everything I Do) I Do It For You”, “Summer Of ’69” e muito mais.

Serviço – Bryan Adams no Brasil

SÃO PAULO
Data: 18 de Outubro (sexta-feira)
Horário: a confirmar
Local: Allianz Parque Hall – Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca, São Paulo – SP, 05001-200
Ingressos: de R$ 150 a R$ 720, à venda a partir de 22 de Julho na Live Pass
Classificação etária: 16 anos

RIO DE JANEIRO
Data: 19 de Outubro (sábado)
Horário: a confirmar
Local: Jeunesse Arena – Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3401 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22775-040
Ingressos: R$ 120 a R$ 500, à venda a partir de 22 de Julho na Live Pass
Classificação etária: 16 anos

*tenhomaisdiscosqueamigos

David Bowie inspira edição especial da Barbie

A Mattel anunciou o lançamento de uma edição mais do que especial da Barbie. Em comemoração aos 50 anos do lançamento de “Space Oddity”, uma das maiores e clássicas músicas de David Bowie, a empresa criou um modelo inspirado em Ziggy Stardust, personagem que viraria uma das marcas registradas do roqueiro.

Criado na década de 1970, Ziggy era o alter ego do cantor e serviu de inspiração para o disco “The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars”, de 1972. O personagem era um rock star que agia como um mensageiro de seres extraterrestres. 

A boneca faz uma representação fiel ao figurino usado por Ziggy com as botas vermelhas, macacão platinado e listrado, o topete ruivo e a marca na testa. O produto já está disponível para compra no site da marca

Paula Toller processa PT e Haddad e pede indenização de R$ 200 mil

Paula Toller, ex-vocalista da banda Kid Abelha, está processando o Partido dos Trabalhadores (PT) e o ex-candidato à Presidência da República, Fernando Haddad. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (10) na coluna Direto da Fonte do Estadão

Na ação, a cantora alega uso indevido da sua imagem e de uma música do grupo, já que ela é   uma das detentoras dos direitos autorais. A artista, que atualmente segue carreira solo, pede uma indenização de R$ 200 mil. 

A polêmica iniciou em outubro do ano passado, quando Toller entrou na Justiça contra o uso da canção Pintura Íntima por defensores do petista na época da campanha eleitoral. A frase “amor com jeito de virada” era entoada por apoiadores de Haddad, na véspera do segundo turno da eleição presidencial disputada com Jair Bolsonaro.

Na época, a decisão do Tribunal Regional Eleitoral  do Rio de Janeiro foi a favor da cantora. Com isso, o TRE determinou que todos os vídeos que continham o refrão do hit fossem retirados das redes sociais. 

No entanto, na semana passada, a história voltou. Segundo o Estadão, Paula afirma não ter sido atendida. Até a publicação desta matéria, nem PT e nem Haddad se manifestaram sobre o assunto.

Pintura Íntima foi composta por Paula Toller e Leoni e se transformou em um dos maiores sucessos da banda Kid Abelha na década de 1980. 

*Zerohora

Guns N’ Roses: Steven Adler é internado após tentar suicídio

O baterista Steven Adler, ex-membro da banda Guns N’ Roses, foi hospitalizado na quinta-feira (27), depois de dar uma facada em si mesmo. As informações são do site TMZ.

De acordo como veículo, a polícia de Los Angeles, na Califórnia, recebeu uma chamada no início da noite. No contato foi revelado que um homem havia se ferido na casa do baterista. Quando paramédicos e policiais chegaram ao local, encontraram Adler com um corte no estômago.

Steven Adler foi levado ao hospital e não corre risco de morte. De acordo com informações iniciais, ninguém é suspeito de ter esfaqueado o músico e o ferimento foi provocado por ele mesmo.

Carreira de Steven Adler

Com passagens pelas bandas Road Crew e Hollywood Rose, a carreira de Steven Adler começou no começo da década de 1980. Em maio de 1985, ele substituiu Rob Gardner no Guns N’ Roses e por lá ficou até julho de 1990.

Como batera do Guns, Adler gravou todas as faixas dos discos Live ?!*@ Like a Suicide (1986), Appetite for Destruction (1987) e G N’ R Lies (1988). No Use Your Illusion II (1991), ele gravou somente o hit Civil Ware também é creditado por algumas canções do ao vivo Live Era ’87-’93 (1999).

Demissão do Guns

No ano de 1989, os problemas causados pelo vício em drogas começaram a prejudicar os trabalhos de Steven com o Guns. Além de se meter em confusões fora da banda, ele não conseguia participar dos ensaios e da pré-produção do álbum duplo Use Your Illusion.

Seu último show como membro oficial do grupo foi no fatídico 7 de abril de 1990, no evento beneficente Farm Aid. Naquela noite, Steven entrou no palco tropeçando e foi um dos principais responsáveis pela performance completamente avacalhada da banda, conforme pode ser visto no abaixo.

Carreira fora do Guns

Depois de ser demitido do Guns N’ RosesSteven processou seus ex-colegas, passou por algumas rehabs – inclusive em programas de TV, sofreu um derrame (1996) e até lançou um livro. A partir de meados dos anos 90, ele passou a dedicar boa parte de seu tempo a duas tarefas:

  1. tentar reunir a formação clássica da banda.
  2. criticar, alfinetar e elogiar Axl Rose (agora ele faz isso em escalas bem menores).

No que diz respeito à música, o batera investiu em projetos de menor repercussão. Em 2003, ele montou a Adler’s Appetite, banda que faz covers do Guns e algumas músicas autorais. Entre idas e vindas, o grupo lançou dois EPs, além de alguns singles avulsos. Oficialmente, a banda permanece em atividade.

Dos anos 2000 pra cá, ele fez alguns trabalhos musicais esporádicos com alguns de seus ex-colegas de Guns N’ Roses. No ano de 2012 2012, o baterista foi honrado com a indução ao Rock And Roll Hall Fame.

Em alguns raros e memoráveis momentos da Not in This Lifetime TourSteven subiu ao palco e fez um som com AxlSlashDuff e demais integrantes da atual encarnação do Guns.

Por aqui, seguimos torcendo para Steven Adler dê mais uma volta por cima.

*Terra

Dinho Ouro Preto, do Capital Inicial, cancela show após mal-estar

Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, precisou cancelar um show solo que aconteceria nesta terça-feira (25), em um shopping de Goiânia, Goiás, após sentir um mal-estar durante a última noite.

De acordo com comunicado publicado no perfil do cantor no Instagram, a apresentação Tributo ao Rock Nacional foi adiada para a próxima quinta-feira (27).

— Por motivos de saúde, o show de Dinho Ouro Preto, Tributo ao Rock Nacional, que aconteceria hoje, no Shopping Flamboyant em Goiânia, teve que ser adiado para a próxima quinta-feira (27), no mesmo local e horário.

A publicação na rede social, no entanto, não especificou a causa da indisposição do músico. Entretanto, ressaltou que os ingressos adquiridos continuam válidos e, por fim, lamentou a necessidade de cancelamento do show.

— Todos os ingressos para hoje continuam válidos para a nova data. Pedimos desculpas pelo inconveniente e contamos com a compreensão de todos.

*R7

Morre aos 61 anos baterista da banda RPM

Morreu neste sábado, de insuficiência respiratória e broncopneumonia, o baterista Paulo Pagni, da banda RPM. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do Hospital São Camilo, de Salto no interior de São Paulo. O músico estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde maio, após dar entrada com infecção pulmonar, apresentando dificuldade respiratória. Ele foi diagnosticado com fibrose pulmonar.

O baterista, que entrou para a banda RPM em 1985, completou 61 anos no dia 1º de junho. O velório será em Araçariguama (SP), cidade onde o músico morava. Ele deverá ser enterrado neste domingo, no cemitério municipal. Por conta de um erro de informação sua morte chegou a ser divulgada no dia 2 de maio, desmentida depois pela própria banda.

No Facebook, integrantes da banda se manifestaram sobre a morte do músico.

A seguir, a nota oficial do RPM:

Nosso querido amigo P.A resolveu definitivamente descansar de sua brava luta pela vida.

Partiu hoje em decorrência do agravamento das suas condições respiratórias devido a forte pneumonia que o atingiu. Ele estava internado no Hospital São Camilo, da cidade de Salto/SP, há mais de um mês. Fomos pegos de surpresa e tomados pela tristeza quando soubemos de sua partida há pouco.

Temos o compromisso doloroso, porém imprescindível, de fazer o show dessa noite. Por vários motivos e pela honra de nosso irmão, sempre apaixonado pelo seu trabalho e extremamente profissional.

Estamos em Garopaba/SC, temos a responsabilidade de tocarmos e darmos nosso melhor perante uma plateia estimada em 20.000 pessoas, em respeito a eles, à Prefeitura local que nos contratou e em coerência ao nosso profissionalismo, onde poderemos prestar uma homenagem ao nosso companheiro eterno de estrada que estará com certeza sempre ao nosso lado. Conseguimos antecipar nosso retorno para SP, e isso nos deixará em condições de estarmos com ele pela última vez neste domingo pela manhã.

Neste momento de dor e de uma certa fragilidade pela perda de uma pessoa tão querida e próxima, estamos buscando forças para não deixar que nada falte para honrar nosso amigo, prestando apoio de todas as formas e providenciando todos os trâmites para que ele possa ser dignamente sepultado ao lado de seus pais em Araçariguama/SP.

Pedimos a todos orações e bons pensamentos para que sua passagem para outro plano seja a melhor possível.

*Correiodopovo

Rolling Stones retomam turnê com show recheado de clássicos

Os Rollling Stones retomaram na noite dessa sexta a turnê “No Filter”, no estádio Soldier Field de Chicago. Os shows tinham sido adiados para vocalista Mick Jagger se submeter a uma cirurgia cardíaca. Em abril, ele passou por uma substituição de válvula aórtica por cateter, um procedimento pouco invasivo que permite reparar a válvula sem ter que secionar o tórax, o que reduz bastante o período de recuperação.

Nada mais apropriado, então, do que abrir a apresentação com “Street Fighting Man”. Em seguida, os Stones emendaram uma sequência de clássicos, com “Let’s Spend The Night Together”, “Tumbling Dice” e “Angie”. A única surpresa ficou por conta de “Sad Sad Sad”, do disco “Steel Wheels”, de 1989. Talvez pelo refrão ser uma referência ao momento pessoal vivido por Jagger: “Now you’re sad sad sad / Sad sad sad / Sad sad sad / But you’re gonna be fine”.

A parte final da apresentação contou com as já tradicionais “Midnight Rambler”, “Start Me Up”, “Jumpin’ Jack Flash” e “Brown Sugar”. O show terminou com Satisfaction. No Instagram, Jagger foi sucinto ao agradecer aos fãs.

Agora, a banda fará mais uma apresentação em Chicago, no dia 25, e depois partirá para Ontário, Canadá, onde fará um show no dia 29 de junho em um prédio ao norte de Toronto. A turnê “No Filter” chega ao fim no Hard Rock Stadium de Miami, na Flórida, em 31 de agosto. 

Ronnie Wood (esq.), Mick Jagger, Charlie Watts e Keith Richards dos Rolling Stones se apresentam na volta da turnê “No Filter Tour” em ChicagoKamil Krzaczynski / AFP

*Correiodopovo

Rolling Stones retomam turnê após cirurgia de Mick Jagger

Os Rolling Stones se preparam para retomar a turnê na América do Norte, nesta sexta-feira, adiada há alguns meses para que seu legendário vocalista, Mick Jagger, se submetesse a uma cirurgia cardíaca. 

Em um vídeo publicado nas redes sociais da banda, Jagger apareceu tocando uma guitarra durante um ensaio para o show desta sexta à noite no estádio Soldier Field de Chicago, primeira data da parte final da turnê “No Filter”. 

Em abril, Jagger, que tem 75 anos, foi submetido a uma substituição de válvula aórtica por cateter, um procedimento pouco invasivo que permite reparar a válvula sem ter que secionar o tórax, o que reduz bastante o período de recuperação.

Turnê na América do Norte

Essa parte da turnê, que inclui 17 shows nos Estados Unidos e no Canadá, estava prevista para os meses de abril, maio e junho, mas a banda anunciou o adiantamento para que Jagger fizesse um tratamento médico. 

O grupo se apresentará mais uma vez no Soldier Field na terça-feira da semana que vez e depois partirá para Ontario, Canadá, onde farão um show no dia 29 de junho em um prédio ao norte de Toronto.

A turnê “No Filter” chega ao fim no Hard Rock Stadium de Miami, na Flórida, em 31 de agosto.

*Correiodopovo

Rami Malek quase apareceu como Freddie Mercury em “Rocketman”

O filme sobre a vida de Elton John quase teve a aparição de outro cantor britânico: Freddie Mercury. Segundo informações do site Deadline, o diretor Dexter Fletcher chegou a planejar uma pequena participação de Rami Malek como o vocalista do Queen em “Rocketman”.

“Houve uma ideia, onde Elton estaria em um restaurante com sua mãe. Pensei que John Reid (empresário que trabalhou para ambos artistas) e Freddie poderiam estar em outra mesa e eles acenariam um para o outro”, revelou o diretor em uma entrevista ao Gay Star News.

Fletcher, que também foi responsável por finalizar a cinebiografia de Freddie Mercury, “Bohemian Rhapsody”, após o afastamento de Bryan Singer, explicou o motivo da cena não ter acontecido: ” Teria sido incrível, mas não aconteceu. Teria sido forçado. Não estou tentando estabelecer um universo cinematográfico.”

*Correiodopovo

Baterista do RPM está internado em estado grave

O guitarrista da banda RPM informou, na noite deste domingo, que foi um equívoco o comunicado de que o baterista, Paulo Antônio Pagni teria morrido neste fim de semana. Conforme Fernando Deluqui, a clínica em que o músico estava internado é que forneceu a informação errada.

“O médico do ‘P.A’ confirmou o falecimento, então eu e minha esposa fomos buscar documentos e nos dirigimos ao hospital”, relatou Deluqui. “Quando chegamos, tivemos a notícia de que felizmente ele estava vivo”, acrescentou o músico.

Ele salientou que Pagni segue em estado grave e que eles apuram mais informações sobre sua condição. Deluqui também salientou que eles vão procurar esclarecimentos com o hospital sobre o comunicado errado de sua morte.

Aos 61 anos, o baterista luta contra fibrose pulmonar. Ele integra a banda desde 1985 e havia feito aniversário no sábado. O RPM fez grande sucesso na década de 1980, com sucessos como “Louras Geladas”, “Olhar43”, “Rádio Pirata”, entre outros hits, tendo se separado em diversas ocasiões ao longo dos anos. Entre uma dessas separações, o vocalista Paulo Ricardo formou a banda PR.5, que contava com Paulo Pagni como guitarrista.

*Correiodopovo