Cantora usa vestido de R$ 44 milhões e “quebra” a internet

A cantora libanesa Nicole Saba “parou” a internet nesta quarta-feira (12) depois de usar um vestido que custa incríveis 10 milhões de euros – cerca de R$ 44,7 milhões

Assinado pelo estilista egípcio Hani Al Biheri, o modelito é todo coberto por diamantes e foi usado pela cantora em um evento de moda, na última segunda-feira

A peça contém uma longa cauda, que exige até reforços para ser carregada

Ela faz parte da coleção de Inverno 2019 de vestidos de noiva de Al Beheri

*R7

Eduardo Costa pode ser obrigado a indenizar Fernanda Lima em até R$ 200 mil

Falar o que se pensa na internet nem sempre é conveniente. Depois de xingar Fernanda Lima de “imbecil”, o cantor sertanejo Eduardo Costa foi alvo de um processo por parte da apresentadora. De acordo com uma apuração informal feita pelo colunista Ricardo Feltrin, do portal Uol, a indenização que ele será obrigado a pagar caso seja considerado culpado pode chegar a até R$ 200 mil. 

Um encontro entre advogados dos dois artistas estaria agendado para o próximo dia 19, em que será realizada a primeira audiência sobre o caso, na Vara Cível do Rio de Janeiro. Advogados ouvidos pelo colunista dizem que o valor de uma indenização em casos de injúria, calúnia, difamação, ofensa contra a hora e danos morais varia bastante. No entanto, Fernanda Lima não teria o interesse de ficar com o dinheiro.

Defensora aberta de causas sociais, incluindo o movimento feminista — foi xingada por Eduardo Costa por fazer um longo discurso em favor da libertação das mulheres no programa Amor e Sexo —, Fernanda Lima teria o interesse de destinar o valor da indenização a instituições de defesa das mulheres e até de caridade. 

Depois do anúncio de que seria processado, Eduardo Costa avisou que “daria um tempo” do Instagram e que estava “contrariado” com algumas coisas. Em seguida, deletou a mensagem. 

*Zerohora

‘Shape of you’, de Ed Sheeran, é a 1ª música a chegar a 2 bilhões de execuções no Spotify

O hit “Shape of you”, de Ed Sheeran, foi a primeira música a chegar a 2 bilhões de execuções no Spotify, informou o cantor nesta segunda-feira (10).

“Obrigado, mundo”, escreveu o cantor britânico em seu perfil no Instagram.

Em março de 2017, pouco tempo depois de ter sido lançada, “Shape of you” já havia se tornado a faixa com o maior número de reproduções na plataforma de streaming.

  • *G1

Álbum de Bruce Springsteen na Broadway estreia nas plataformas online nesta sexta

“Springsteen on Broadway”, uma performance intimista em que Bruce Springsteen, “The Boss”, volta às suas raízes, sozinho e próximo ao seu público, é um álbum que será lançado nesta sexta-feira em todo o mundo e poderá ser apreciado na plataforma Netflix a partir de domingo.

Na noite de sábado, no teatro Walter Kerr de Nova Iorque, Bruce Springsteen interpretará pela 236ª e última vez seu espetáculo que começou em outubro de 2017, um dos mais memoráveis do ano. Os que conseguiram assistir ao recital tiveram que ser rápidos na hora de comprar os ingressos na internet, que custavam entre 75 e 850 dólares. Fora da plataforma de venda oficial, as entradas chegaram a custar 6 mil dólares cada. Algo incompreensível para seus fãs, que em muitos casos não podem pagar preços tão altos.

O cantor é considerado por muitos “a voz da América”, a dos operários e desamparados, que durante 45 anos criou uma relação única com seu público. Mas os fãs perdoam seu ídolo, que em todas as apresentações evitou a entrada exclusiva para artistas no teatro e parou na porta do local para cumprimentar, tirar fotos e dar autógrafos aos admiradores que não puderam pagar pelo show.

Roqueiro atende legião de fãs que foram prestigiá-lo / Foto: Reprodução / CP

Springsteen também fez uma autocrítica honesta no palco em que subiu de segunda a sexta-feira: “Nunca tive um trabalho duro, nunca trabalhei de 09h às 17h, nem cinco dias por semana, até agora”. Acostumado a estádios lotados, quando percorria o mundo com sua E Street Band, esta vez Springsteen subiu sozinho ao palco, com seu violão, uma gaita, um piano e, como sempre, uma entrega enorme.

2 horas e 30 minutos de intensidade

A força de “Springsteen on Broadway” reside em ver o artista se apresentar como um homem simples e contar sua vida. Durante mais de duas horas e meia muito intensas, relembra suas alegrias, tristezas e dúvidas, e revela forças e fraquezas.

O programa inclui 15 clássicos de seu repertório, e Springsteen conta a origem de cada canção, mencionando seu pai – ao mesmo tempo seu “herói e pior inimigo”, como disse ao interpretar “My father’s house” -, lembrando de sua mãe e elogiando “sua bondade, otimismo, educação e paixão por dançar (“The Wish”), e de sua esposa Patti Scialfa, com quem cantava “Tougher Than the Rest” e “Brilliant Disguise”.

Faz um desabafo sobre o amor e sobre a infância em “Growin ‘Up”, reflete sobre Nova Jersey (“My Hometown”), e revela seus sonhos ao cantar “Thunder Road” e “Born to Run”. Neste recital íntimo também há espaço para os Estados Unidos, país de todas as possibilidades (“Land of Hope and Dreams”), as marcas do massacre de 11 de setembro (“The Rising”) e a nação dividida por Donald Trump (“The Ghost of Tom Joad”).

Ou “Born in the USA”, observando que agora não tem mais motivos para continuar sendo tão incompreendido. Muitas de suas anedotas estão em sua autobiografia “Born to Run”, publicada há dois anos, enquanto outras são inéditas. No entanto, “Springsteen on Broadway” não foi concebido como um prolongamento do livro. O conceito nasceu enquanto ele fazia um show para Barack Obama e membros de seu governo em janeiro de 2017.

Quase dois anos depois, Springsteen se prepara para “retomar seu trabalho de todos os dias”, acaba de anunciar o Times. Em 2019, quando completará 70 anos, se dedicará à gravação de novas músicas.

*Correiodopovo

“Bohemian Rhapsody” se torna a música do século 20 mais ouvida no streaming

Números levaram a canção do Queen a conquistar também o título de clássico do rock mais popular na internet | Foto: Universal Musica Group / Reprodução / CP

Icônica canção do Queen, “Bohemian Rhapsody” se tornou a música do século 20 mais ouvida no mundo via streaming. O anúncio foi pelo Universal Music Group na segunda-feira, destacando que os números levaram a canção a conquistar também o título de clássico do rock mais popular na internet, superando faixas como “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana, e “Sweet Child O’Mine”, de Guns N ‘Roses.

Conforme comunicado, a música do álbum “A Night at the Opera” (1975) ultrapassou 1,5 bilhão de transmissões nos principais serviços de streaming. O desempenho foi impulsionado pelo longa homônimo lançado em outubro e com Rami Malek interpretando Freddie Mercury.

“Muito feliz que nossa música ainda está fluindo ao máximo”, disse o guitarrista e fundador do grupo, Brian May, à revista Variety. Já Lucian Grainge, presidente e CEO da Universal Music Group, que representa o Queen, destacou que “‘Bohemin Rhapsody’ é uma das maiores canções de uma das maiores bandas da história”. “Estamos orgulhosos e muito felizes em vê-la ainda inspirando novos fãs ao redor do mundo mais de quatro décadas após seu lançamento. Esta conquista incrível é uma prova do brilho duradouro de Queen”, afirmou.

O Universal Music Group também divulgou dados para ressaltar o sucesso da canção, que foi o primeiro hit do Queen nos Estados Unidos. No Reino Unido, “Bohemin Rhapsody” ficou no primeiro lugar das paradas por nove semanas consecutivas, um recorde para a época. Além disso, o vídeo da música é reconhecido como primeiro vídeo musical promocional que já foi ao ar.

*Correiodopovo

Simone dá um tempo nas redes sociais

Simone

Simone Foto: Reprodução/Instagram

Sempre em contato com os fãs nas redes sociais, a cantora Simone, da dupla com Simaria, anunciou que vai deixar as plataformas de lado por alguns dias. “Passando para avisar que vou me ausentar essa semana, estou nesse momento me conectando com Deus e ajudando vidas”, explicou ela, em texto postado em seu Instagram. A musicista agradeceu o carinho dos admiradores e pediu orações neste momento.

“Obrigada por todo amor e carinho, orem por mim. Beijo, que Deus abençoe”, concluiu Simone, revelando que voltará à ativa a partir do dia 10 de dezembro.

*marciapiovesan

Capital Inicial esboça movimento sutil no bom álbum ‘Sonora’, mas acaba parado no mesmo lugar

É injusto ignorar a real tentativa de renovação articulada pelo Capital Inicial no álbum Sonora, cuja edição em CD chega ao mercado fonográfico pela gravadora Sony Music a partir de hoje, 7 de dezembro, após série de singles apresentados paulatinamente desde maio deste ano de 2018.

Somente por ter confiado a produção do disco a Lucas Silveira, mentor da banda Fresno, o grupo brasiliense já expõe a vontade de esboçar (alguma) mudança no som.

Se o Capital Inicial acaba “parado de volta no mesmo lugar”, para subverter o sentido de verso da letra da música Atenção (Dinho Ouro Preto, Alvin L e Lucas Silveira), é mais pela força da natureza pop da própria banda e do repertório inédito composto pelo vocalista Dinho Ouro Preto com o habitual parceiro Alvin L e com adesões eventuais de Flávio Lemos, Kiko Zambianchi, Lucas Silveira e Thiago Castanho.

Capa da edição em CD, em formato 'digipack', do álbum 'Sonora', do grupo Capital Inicial — Foto: Ilustração de João Gabriel Jack

Capa da edição em CD, em formato ‘digipack’, do álbum ‘Sonora’, do grupo Capital Inicial — Foto: Ilustração de João Gabriel Jack

Formado por Dinho Ouro Preto (voz), Fê Lemos (bateria), Flávio Lemos (baixo) e Yves Passarell (guitarra), o Capital Inicial é grupo vocacionado para as arenas por conta do rock de cepa pop feito e tocado pelos músicos. Tudo vai mudar (Dinho Ouro Preto, Alvin L e Kiko Zambianchi) é rock que exemplifica bem essa natureza pop, às vezes mais explícita, às vezes mais disfarçada em aura pretensamente punk.

A propósito, às vezes, como em Tempestade (Dinho Ouro Preto, Alvin L e Thiago Castanho), o Capital faz simulacro do punk rock que Fê Lemos e Flávio Lemos tocavam na Brasília (DF) do início da década de 1980.

Capital Inicial se junta com as bandas Far From Alaska, Scalene e CPM 22 no álbum 'Sonora' — Foto: Divulgação / Sony Music

Capital Inicial se junta com as bandas Far From Alaska, Scalene e CPM 22 no álbum ‘Sonora’ — Foto: Divulgação / Sony Music

“Não me deixe ficar pra trás”, implora Dinho Ouro Preto no refrão repetido sob o peso da batida de Invisível (Dinho Ouro Preto e Alvin L, Emmily Barreto e Thiago Castanho).

Rock encorpado com o toque heavy da banda potiguar Far From Alaska, Invisível se destaca no repertório autoral do álbum Sonora ao lado de Velocidade e da obra-prima do disco, Seja o céu (Dinho Ouro Preto, Alvin L e Thiago Castanho), flash urbano de inquietude, lirismo romântico e refrão aliciante.

Entre baladas mais ou menos sedutoras como Só eu sei (Dinho Ouro Preto, Alvin L e Thiago Castanho) e Nada vai te machucar (Dinho Ouro Preto e Alvin L), o Capital Inicial é o que pode ser. E são poucas as bandas de rock que conseguem chegar perto das quatro décadas de vida com a agenda cheia de shows feitos em grandes espaços.

Rock que abre o álbum Sonora com o reforço do toque da conterrânea banda brasiliense Scalene, Parado no ar (Dinho Ouro Preto, Alvin L e Flávio Lemos) talvez seja, das 11 músicas do disco, a que melhor exponha o movimento sutil esboçado pelo Capital Inicial (mais de timbragem sonora do que de postura) neste bom álbum produzido por Lucas Silveira, parceiro e convidado do rock Universo paralelo.

*G1

Promotoria da Espanha vai apresentar denúncia contra Shakira por fraude fiscal

Shakira faz show em São Paulo neste domingo (21)  — Foto: Celso Tavares/G1

A Promotoria da Espanha vai apresentar denúncia contra Shakira por fraude fiscal. Após investigação, a agência tributária do país concluiu que a cantora sonegou 14,5 milhões de euros (R$ 63,6 milhões) de impostos de renda e patrimônio entre 2012 e 2014.

Durante os três anos investigados, a cantora teve residência fiscal fora do país e não pagou impostos. Para a agência tributária, no entanto, Shakira morou na Espanha durante o período.

Pela lei tributária, tem residência fiscal na Espanha quem passar mais da metade do ano no país, equivalente a 183 dias.

A maior dificuldade da Promotoria tem sido provar que a cantora de fato ficou no país por esse período em cada um dos anos. Parte da investigação rastreou postagens em redes sociais e estabelecimentos comerciais frequentados por ela.

Em nota, a assessoria da colombiana negou irregularidades: “Shakira cumpriu em todos os momentos com suas obrigações tributárias e não deve qualquer quantia à Fazenda espanhola”.

“A cantora tem uma atividade profissional intensa fora da Espanha e quase 90% de sua renda vem de outros países. Sua estrutura familiar é muito diferente dos modelos convencionais”, declarou a assessoria.

*G1

Anitta posta foto com Madonna e aumentam rumores de parceria 

Os rumores de que Anitta e Madonna gravaram juntas estão aumentando. Nesta sexta-feira (7), a cantora de Vai, Malandra publicou uma imagem ao lado da artista norte-americana e declarou como foi a experiência de estar ao lado dela: “Estar ao seu lado é um aprendizado sem fim. Gratidão eterna!”, escreveu Anitta.

Em menos de 30 minutos no ar, a publicação tinha mais de 200 mil curtidas. Nesta semana, a cantora brasileira se apresentou no Madison Square Center, uma das principais casas de shows do mundo, em Nova York.

Ainda não há informações oficiais sobre o possível dueto. Em novembro, durante a coletiva de Vai, Anitta, série original da Netflix sobre a carreira da cantora carioca, uma jornalista perguntou sobre cantar com Madonna e não teve nenhuma resposta clara.

*Zerohora

Cantor sertanejo pede namorada em casamento no “Altas Horas”

Reprodução / Instagram

O cantor sertanejo Juliano, da dupla Henrique & Juliano, pediu a namorada, Mohana do Couto, em casamento no programa Altas Horas deste sábado (1º). O apresentador Serginho Groisman soube que Mohana, que está com Juliano há 10 anos, e Amanda, noiva de Henrique, estavam na plateia e pediu para elas falarem coisas românticas que os irmãos já haviam feito por elas.

Na hora de responder, Mohana disse que Juliano não é romântico. Foi neste momento que o cantor reagiu e pediu a mão da namorada. Ele ainda brincou e perguntou se alguém na plateia tinha um anel para emprestar.

Serginho sugeriu que Juliano e Mohana façam um casamento duplo com Henrique e Amanda, que estão esperando uma menina e já têm casamento civil marcado para esta segunda-feira (3).

*Zero Hora