Entenda o que é lente de contato dental, que deixou Simaria banguela

Durante uma entrevista coletiva na última terça-feira (7), a cantora Simaria fez uma revelação que chamou a atenção dos fãs. Ao se preparar para voltar aos palcos depois de quatro meses afastada para tratar uma tuberculose ganglionar, a cantora revelou que ainda não está com a saúde completamente recuperada e que também teve outras complicações como uma bactéria no estômago, anemia, um problema no joelho e ainda perdeu alguns dentes.

“Se você me olhar sem dentes você corre [rissos]. Tô parecendo um vampiro”, disse a cantora que afirmou que a perda foi causada pelas lentes de contato dentais que colocou “com a pessoa errada”.

Lentes de contato devem ser colocadas com dentista

Lente de contato é o nome popular para as facetas laminadas que podem ser feitas de cerâmica ou resina – embora as de cerâmica sejam mais usadas. São lâminas extremamente finas, quase transparentes, que são coladas na superfície de cada dente para melhorar a aparência ou corrigir o formato e a posição. O único profissional que tem autorização para fazer esse tipo de tratamento é o cirurgião dentista especialista em dentística e prótese.

De acordo com o dentista Mario Sergio Giorgi, do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, quando se fala em posição, significa corrigir pequenos desvios. “É possível corrigir um diastema, espaço ou algum dente que esteja fora de lugar. Para grandes correções de posicionamento, o melhor é optar pelo aparelho ortodôntico”, explica.

As facetas de cerâmica podem deixar o sorriso mais bonito, mas oferecem risco e não podem ser usadas por todas as pessoas.

Contraindicações e riscos das facetas de cerâmica

O tratamento é contraindicado para quem tem o costume de roer unhas, sofre com bruxismo ou com apertamento dos dentes porque isso pode quebrar ou descolar as facetas.

“É preciso entender que as facetas são muito finas e, por isso, muito sensíveis. Quem coloca não pode mais cortar alimentos com os dentes da frente, por exemplo. Quer comer maçã do amor? Pode, mas tem que cortar com uma faca, não pode mais morder”, alerta o dentista.

Também não podem ser colocadas em dentes com muitas restaurações. Giorgi explica que um dente com o tecido dentário comprometido não consegue receber a faceta porque ela deve ser colada no esmalte do dente. “Se o dente não tem esta estrutura, o melhor é optar por uma coroa, que cobre parte ou todo o dente danificado”, diz.

Outro problema de colocar a lente de contato em um dente que foi muito restaurado, é que, como elas são muito finas, o que está atrás pode transparecer.

Por fim, as facetas de porcelana não devem ser usadas por quem não mantém uma boa higiene bucal – e é aí que está o maior perigo. As facetas são coladas no dente com um cimento especialmente desenvolvido que fica entre a faceta, o dente e a gengiva. “Sem uma boa escovação, vão acumular bactérias e microorganismos que podem infiltrar, chegar até o dente e causar cáries”, explica.

A cárie pode gerar uma reação inflamatória na gengiva, que pode evoluir para uma inflamação no tecido que suporta os dentes. Desta forma, eles ficar moles e podem cair. Além disso, para tratar a cárie vai ser preciso tirar a faceta que não poderá ser reaproveitada.
“Ela foi colada no esmalte do dente, para tirar tem que usar uma broca e ela vai ser quebrada”, explica Giorgi.

Para evitar esses problemas, é fundamental que os dentes estejam em perfeitas condições de saúde antes da colocação das facetas. Para isso, de acordo com o especialista, é preciso ter planejamento.

Ele diz que o dentista deve avaliar com fotos e radiografias as condições de cada dente e avaliar se o paciente pode receber as facetas. O próximo passo é fazer uma limpeza e um clareamento para eliminar manchas e chagar a uma cor base. Como as facetas são praticamente transparentes, elas podem realçar alguma alteração de cor.

“Também é interessante fazer uma simulação digital para que o próprio paciente possa avaliar os possíveis resultados”, explica o especialista.

*R7

“Te Conecta”: Pitty divulga primeira faixa do novo disco

No começo deste ano, Pitty compartilhou com os fãs que estava em fase de produção de seu próximo álbum, o sucessor de SETEVIDAS. Depois de muito trabalho, o disco começou a ganhar um formato e, nesta sexta-feira (10), a cantora divulgou a versão de estúdio de “Te Conecta”, o primeiro single do álbum.

Com produção de Rafael Ramos, a música foi composta pela própria Pitty e traz uma sonoridade diferente. Nela, a cantora usou influências de vários gêneros que fazem parte da sua bagagem. “Talvez as pessoas não saibam, mas desde cedo sempre escutei coisas muito diferentes. E o mento é esse ritmo jamaicano pré-reggae, que influenciou o surgimento do rocksteady, do ska e do dub. Senti que a música veio com esse balanço e meu grande desafio era juntar isso com o que a gente está fazendo hoje. Tem a ver com meu novo tempo musical, que estou vivendo aqui, de composição com a minha banda. Ela traz essa coisa do roots, do rústico, da ideia primal do som bem mais orgânico usando alguns elementos da eletrônica” diz Pitty.

A música está disponível em todas as plataformas digitais. Ouça no Spotify:

Sobre a letra, ela conta que foi escrita num período de muita reflexão pessoal. “Senti muita necessidade de encontrar meu tempo e espaço nesse girar rápido do mundo. ‘Te Conecta’ fala sobre isso, sobre encontrar o silêncio, sobre olhar pra si mesmo um pouco. A minha busca e a minha reflexão nessa letra é: ‘onde é que está o meu lugar?’. Porque eu tenho buscado esse lugar e de poder enxergar as coisas sob uma outra perspectiva, menos urgente”.

Pitty é uma super-parceria do Showlivre.com. Em 2014, a cantora foi atração do Estúdio Showlivre. Reveja:

*Terra

Gusttavo Lima lança música sobre recaída “Zé da Recaída”

Outro lançamento do Gusttavo Lima, nesta sexta-feira, 10, “Zé da Recaída”, em seu canal oficial do Youtube. Sua nova música de trabalho.

Composição de autoria de Junior Gomes, em parceria com Ricardo Vismarck, Ronael e Murilo Huff, a canção conta a história do rapaz que já teve muitas recaídas, e devido a isso, seu nome no telefone de sua ex passou a ser “Zé da Recaída”, título da canção.

A música chega acompanhada de um vídeo oficial que mostra Gusttavo Lima durante os processos de gravação do single. A produção ficou a cargo do próprio cantor, em parceria com Newton Fonseca. Já a direção geral é de Fernando Rodolfo e Samuel Agosto.

Confira abaixo o vídeo de “Zé da Recaída”:

*Terra

 

Jean-Michel Jarre disputa herança do pai em corte europeia de Direitos Humanos

O músico francês Jean-Michel Jarre quer recorrer à Corte Europeia de Direitos Humanos (TEDH) depois que a Justiça de seu país decidiu privá-lo da herança de seu pai, Maurice Jarre, ganhador de três Oscars pelas trilhas sonoras de Lawrence de ArabiaDoutor Jivago e Passagem para a Índia.

“Minha irmã, Stéphanie, e eu levamos nosso caso ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos pela falta de respeito aos direitos da família e pela violação excessiva do nosso sistema de segurança jurídica”, escreveu o pioneiro da música eletrônica em uma coluna, publicada na sexta-feira o jornal Le Parisien.

Em setembro de 2017, a Corte de cassação decidiu, em um caso que apresenta muitas analogias, deserdar Jean-Michel Jarre e sua irmã, sabendo que seu pai tinha organizado sua sucessão segundo o direito californiano.

Falecido em 2009, Maurice Jarre deixou todos os seus bens para sua última mulher através de um “family trust”, uma estrutura jurídica prevista no direito californiano.

“O direito dos herdeiros não é unicamente um caso de dinheiro, afeta âmbitos muito mais importantes como a proteção dos laços familiares e, para os criadores, o direito moral dos artistas”, indicou Jean-Michel Jarre em sua missiva.

“A proibição de ter acesso, se assim o quisermos, a uma foto, a um bem pessoal do seu pai ou da sua mãe. Isso é o que me surpreende”, lamenta o músico, de 69 anos.

Entre seus argumentos, ele insiste na perda de renda para o Estado francês, devido a “montagens jurídicas” no exterior.

*Terra

Madonna chega aos 60 ainda provocadora, madura e sem complexos

Sexo, religião e faturamento: desde que iniciou sua carreira, Madonna não para de testar os limites. No próximo 16 de agosto, completará 60 anos ainda provocadora, agora na pele de uma mulher madura e sem complexos.

Madonna dá um novo significado às seis décadas. Relaciona-se com homens bem mais jovens, mantém um corpo invejavel e, em sua última turnê, apresentou um show provocante, que simulava atos sexuais.

Mas Madonna, que entrou para a cultura pop ao mesmo tempo em que a MTV, representa o culto à juventude como poucas artistas fizeram, e, enquanto outras se reiventaram ou protagonizaram retornos nostálgicos, a Material Girl nunca passou mais de quatro anos sem lançar um álbum desde a sua bem-sucedida estreia, em 1983.

O título de uma música de seu álbum mais recente, Rebel Heart, resume sua atitude decidida: Bitch I’m Madonna.

Freya Jarman, uma estudiosa de música na Universidade de Liverpool que editou um livro sobre Madonna, diz que a artista pop deixou um legado e influenciou artistas mais jovens, como Lady Gaga, mas que, agora, mostra um novo tipo de relevância.

“Como uma cantora popular que está envelhecendo e ainda se mostra tão presente entre o público, ela é absolutamente relevante”, assinala Freya. “Madonna se destaca como sempre fez, sempre se interessou em provocar. Muitas estrelas parecem sair do foco e retornar, enquanto Madonna não parece se abater.”

?’Envelhecer é um pecado’

Como em toda a sua carreira, Madonna enfrentou comentários duros com o passar dos anos.

Uma ex-namorada de um de seus antigos companheiros, o modelo brasileiro Jesus Luz, chamou-a de “velha ridícula”. Muitos usuários das redes sociais fizeram chacota quando ela beijou na boca no festival deCoachella o jovem Drake, e os tabloides são obcecados pelas mãos da cantora, uma das partes do corpo que mais revelam a idade.

Durante a entrega de um prêmio da revista musical Billboard em 2016, Madonna disse que a sociedade permitia às mulheres serem “lindas, dóceis e sensuais”, mas não que expressassem suas opiniões ou fantasias sexuais.

“E, finalmente, não envelheça. Porque envelhecer é um pecado. Será criticada, será desprezada e, definitivamente, não tocarão sua música no rádio”, criticou Madonna, provavelmente referindo-se à decisão da BBC Radio 1 de não divulgar um de seus singles recentes, no momento em que busca uma audiência mais jovem.

Madonna também persiste em seus compromissos políticos. No ano passado, fez um discurso duro na Marcha das Mulheres, um dia depois da posse do presidente Donald Trump, e afirmou que as mulheres não aceitarão “esta nova era da tirania”.

Sensual e maternal

Madonna também desafiou os conceitos de maternidade e adotou quatro crianças do Malauí, que se somaram a seu filho e à sua filha biológicos.

A artista, que se mudou no ano passado para Lisboa, onde um de seus filhos frequenta uma escola juvenil de futebol, incentivou que seus fãs, em seu 60º aniversário, façam doações à sua obra de caridade para crianças no Malauí.

Após se tornar mãe, Madonna continuou se relacionando com homens bem mais jovens. “Como feminista, tenho apenas coisas boas a dizer de Madonna. Se essa é a sua preferência sexual, está realizando uma fantasia que muitas mulheres não podem ou não querem realizar”, comenta Pepper Schwartz, socióloga da Universidade de Washington, em Seattle, que estuda o envelhecimento e a sexualidade.

Pepper estima que Madonna, como várias atrizes veteranas de Hollywood, oferece um novo modelo para as mulheres de sua geração, a do “baby boom”. “Essa geração, que sempre buscou dar uma nova definição para o sexo e o gênero, tenta dizer: ‘Não estamos prontas para desaparecer só porque estamos mais velhas.'”

*Terra

50 anos do Aerosmith serão celebrados com residência em Las Vegas

O Aerosmith irá antecipar as celebrações de seus 50 anos de fundação em 2019, com uma residência em Las Vegas. O guitarrista Joe Perryadiantou um pouco do projeto em entrevista para a SiriusXM.

O músico falou que a principal ideia dos shows, será a de fazer algo jamais feitos por eles. A banda quer diminuir a escala de seus espetáculos, tocando em locais menores e assim proporcionar aos fãs a chance de viverem uma experiência que não teriam em um show comum do quinteto fundado em 1970 e que ainda hoje segue com a sua formação clássica.

Perry ainda disse que fazia tempo que não se sentia tão animado com um projeto envolvendo a banda como esse. Os detalhes da residência deverão ser conhecidos na semana que vem quando o Aerosmith tem uma participação marcada no Today Show, um dos mais tradicionais programas da televisão americana.

*Vagalume

Lady Gaga assina contrato para realizar 27 shows em Las Vegas

A cantora norte-americana Lady Gaga anunciou que fará uma série de 27 apresentações em Las Vegas a partir do próximo dia 28 de dezembro. Os shows terão duas temáticas e serão realizados no Park Theater, dentro do cassino Park MGM, um imenso complexo hoteleiro no famoso na famosa avenida central da cidade.

Das 27 apresentações, 23 terão como tema Lady Gaga Enigma, com hits pop e shows como ela faz ao redor do mundo. As outras quatro apresentações serão como Lady Gaga Jazz & Piano, com sessões mais intimistas e performances alternativas de suas canções, além de músicas do The Great American Songbook, lista de composições mais famosas da cultura popular dos Estados Unidos.

“Estamos criando um espetáculo que não se parece com nada que tenha sido feito antes, será uma celebração de tudo que é único e diferente em nós”, disse em um comunicado. “Os desafios da valentia podem ser cumpridos com a criatividade e a coragem que surgem da adversidade, do amor e da música”, acrescentou. O espetáculo “Lady Gaga Enigma” promete ser muito teatral, provavelmente no estilo provocativo do início de sua carreira, enquanto “Lady Gaga Jazz and Piano” apresentará uma versão mais minimalista de seu repertório.

Os ingressos começarão a ser vendidos a partir do dia 13 de agosto. Para os shows Enigma, os preços variam de 82,57 dólares (cerca de R$ 355) a 344,95 dólares (aproximadamente R$ 1487). Já para o Jazz & Piano estarão entre 82,57 dólares (R$ 355) a 505,50 dólares (R$ 1724).

*Correio do Povo

Victor, Leo e a pausa ‘prolongada sem data de retorno’ da dupla sertaneja após 26 anos de carreira

Victor e Leo vão engrossar a lista de duplas sertanejas que se separaram. Diferentemente do que já aconteceu com outras parcerias do estilo, não houve briga ou um outro grande motivo. Mas houve, sim, um aviso prévio. Que vale lembrar: na época, não foi assinado pelas duas partes.

Em junho de 2015, Victor já havia afirmado ao “Fantástico” que “poderia haver uma pausa do trabalho da dupla em breve”. O desabafo também nunca foi segredo entre pessoas próximas ao cantor. Leo nunca gostou muito da ideia.

Passados três anos e com um DVD para ser lançado, a pausa foi confirmada. Os irmãos ficarão distantes por tempo indeterminado. O último show que consta na agenda da dupla, por enquanto, é o do dia 28 de setembro, em São Bernardo do Campo, em São Paulo. Outras nove apresentações aparecem na programação.

“Naquele momento, a fisiologia do meu irmão já pedia isso. Eu entendi que dava para segurar um pouco mais. Não estava no momento de desacelerar. Agora chegamos em um denominador comum. Nós dois queremos um período sabático, respirar um pouco, para que a gente volte mais forte”, afirma Leo Chaves.

Embora houvesse comentários no mercado sobre a pausa da dupla – ou até de um fim definitivo – uma esperança surgiu com o lançamento, no mês passado, da música “Solidão a dois”, em parceria com Chitãozinho e Xororó. A faixa integra o novo álbum.

  • Victor, Leo e autoajuda: Leo Chaves vira palestrante

O disco dava a entender que a ideia da pausa havia ficado para trás. Afinal, para que fazer um resgate das raízes da dupla que iniciou sua história na música nacional com a faixa “Amigo Apaixonado”, de 2007.

Na mesma época, Victor e Leo bombaram nas rádios com “Fada” e “Vida Boa”. Antes, já tinham trilhado 15 anos pelos barzinhos. Mas não teve jeito.

“O livro ‘Victor e Leo’ está longe de terminar. Esse é mais um capítulo. São férias prolongadas que vamos fazer, sem data de retorno”, explica Leo.

Mas o que eles farão neste sabático?

Leo está cheio de projetos. Não é de hoje que o cantor começou a investir em outras searas:

  • ele preside o Instituto Hortense
  • faz palestras motivacionais (“Atualmente, faço mais palestras do que shows. São oito, nove, por mês”)
  • lançou o livro “No colo dos anjos”, apresentado na Bienal do Rio e na de São Paulo, e está com a segunda obra engatilhada para o segundo semestre (“Será mais teórico”)
  • Tem planos para uma trilha sonora do primeiro livro (“Mas um disco, um projeto paralelo, pelo menos em 2018, não penso”)
  • é empresário do ramo agropecuário
  • ingressou em uma faculdade à distância e está cursando o primeiro ano de Pedagogia (“Vou me graduar daqui uns anos”)
  • vai estrear como ator e será protagonista do musical que vai contar a historia do sertanejo Sérgio Reis (“Será um desafio enorme. Nunca fiz teatro. Agora vou interpretar vida de um ícone da música brasileira”)

“O que acontece é que nos últimos três anos os nossos compromissos como dupla ficaram para o final de semana. Durante a semana, acabei inserindo esses trabalhos paralelos”, explica Leo.

“Foi algo que aconteceu naturalmente devido a necessidade, tanto minha quanto do Victor, de desacelerar após 26 anos de carreira. A gente percebeu que precisava dar um tempo na cabeça, na mente, no corpo. Especialmente ele, que é compositor”.

Victor Chaves (Foto: Reprodução/Instagram)

Victor Chaves (Foto: Reprodução/Instagram)

Victor não divulga o que fará. Procurada, a assessoria da dupla não deu retorno sobre os planos do cantor ou a possibilidade de uma entrevista. Mas Victor deve aproveitar o tempo para descansar, como propôs há três anos, quando ainda não havia enfrentado a fase turbulenta de sua vida desde o início do último ano.

Pausa tem a ver com a acusação de agressão à mulher?

No início de 2017, o cantor foi acusado pela mulher, Poliana Bragatini, de agressão. Na época, ela estava grávida de João Luiz, segundo filho do casal, que nasceu em agosto. Victor e Poliana também são pais de Maria Vitória, de 2 anos.

O cantor deixou o programa “The Voice Kids”. Como a atração ainda estava em curso, apenas Leo ficou na cadeira de técnico até o fim da atração. Na edição seguinte, Simone e Simaria assumiram a posição.

Alguns fãs citam o caso como possível causa para a pausa da dupla. Mas Leo garante que o problema pessoal não foi a causa da decisão profissional.

“Não tem absolutamente nenhuma relação com o episódio com meu irmão. E isso já tem bastante tempo, muitas pessoas já esqueceram. É algo que está sendo solucionado pelas entidades adequadas. A gente vinha fazendo show depois disso, com um público bacana. O que acontece é a estafa”.

O que Victor vai fazer agora?

Leo acredita que o irmão vai se dedicar exclusivamente ao descanso.

“Tenho conversado pouco com ele, por nossa falta de tempo, mas diariamente nos falamos por telefone. Penso que ele tem a necessidade de pausa para voltar a compor e criar. Dispensa comentários o lado poético e criativo de meu irmão”.

“É necessário que nosso interior esteja descansado. A mente precisa estar vazia, ao contrário que as pessoas pensam. Meu irmão pede isso. Entendi que ele precisa voltar a descansar a mente. Temos muitas coisas para construir e estamos muito novos. Vai ser bom para ele voltar a compor bastante, pra gente oferecer um acervo novo”.

Dupla Victor e Leo se apresenta no Armazém Hall, no dia 22 de dezembro (Foto: Divulgação)

Dupla Victor e Leo se apresenta no Armazém Hall, no dia 22 de dezembro (Foto: Divulgação)

Outras duplas já passaram por isso…

A dupla não é a primeira dupla a fazer uma pausa. Entre as separações mais recentes, estão as das duplas Zé Henrique e Gabriel, Kleo Dibah e Rafael e João Lucas e Marcelo (aquela do “Tchu, Tcha”).

Outra separação foi a de Rick e Renner. A dupla se separou em 2010, juntou em 2012, separou de novo em 2015 e, quem sabe, volte em breve. Ao menos foi isso que indicou recentemente Rennan Nei, que fazia dupla com o cantor Renner há um ano.

Na lista de parcerias de estrada e de sangue, estão Edson e Hudson & Gian e Giovani. E, quase engrossou o caldo a dupla Zezé Di Camargo e Luciano. Em 2011, Luciano chegou a anunciar no palco que estava deixando a dupla, mas tudo não passou de um desabafo.

Já os irmãos Edson e Hudson se separam mesmo em 2009. Hudson chegou a se dedicar ao rock, com a banda Rollemax, no período em que ficou distante do irmão, mas a parceria foi retomada em 2011.

Outro caso de irmãos separados, foi o de Gian e Giovani. Com relações cortadas desde 2014, eles anunciaram em março uma nova tentativa para unir a voz na estrada.

“Com a separação da dupla aprendemos que não vivemos um sem o outro e que juntos somos mais fortes. Sentimos muita falta um do outro nesse período e entendemos que nascemos para cantar juntos”, afirmou o cantor Giovani com o apoio do irmão Gian.

“Acreditamos que o Vitor e Léo seja apenas férias prolongadas, como o Garth Brooks que parou três anos para ver a filha crescer. Acreditamos que pela união deles seja algo semelhante como férias e um período mais tranquilo”, torcem Gian e Giovani.

Eles estão agora em estúdio para gravar um novo disco e acabam de lançar a música “E Se Eu Falar”. A composição é de Thiago Servo, outro que já tem uma separação musical na bagagem.

O cantor era integrante da primeira formação da dupla Thaeme & Thiago. Com sua saída em 2013, Guilherme Bertoldo assumiu seu nome artístico e posição no projeto.

Gian e Giovani retomam parceria musical (Foto: Reprodução/Instagram)

Gian e Giovani retomam parceria musical (Foto: Reprodução/Instagram)

*G1

Zé Neto & Cristiano viram os artistas mais ouvidos do YouTube no Brasil à base de ‘sofrência’, bebedeira e toque latino

Veja a análise AQUI

Foi mal, Marília Mendonça. A sertaneja ficou quase todo o 1º semestre como mais ouvida no YouTube no Brasil, mas foi superada por Zé Neto e Cristiano. A virada aconteceu de leve em junho. Em julho, Galvão Bueno diria que “virou passeio”.

Já no Spotify, eles ocupam 5 das primeiras 50 posições no Brasil atualmente, todas em faixas só deles, sem parcerias: “Largado às traças”, “Notificação preferida”, “Bebida na ferida”, “Mulher maravilha” e “Status que eu não queria”.

Com “Largado às traças”, “Notificação preferida”, “Mulher maravilha” e outros hits nas paradas atuais, a dupla paulista deu uma disparada impressionate no último mês. Veja no gráfico:

“Ficamos alegres e espantados”, diz Cristiano. “Desde que a gente começou a carreira, as coisas foram bem difíceis”, ele lembra sobre o início em 2011.

Mesmo quando as coisas começaram a dar certo, as condições não eram ideais. “Seu polícia” estourou entre 2015 e 2016, na época em que todo mundo estava atrás de duplas femininas. Era a ascensão das sertanejas.

“A gente brinca que sobreviveu ao feminejo. Mas o mercado estava sem uma dupla masculina. E a gente conseguiu cantar o que o povo gosta de ouvir”, diz Cristiano.

Mas o que são essas “coisas que o povo gosta”? Como Zé Neto & Cristiano cresceram tanto? Em exame nas principais músicas foi encontrado elementos em comum – sofrência, bebida, bom coração e o ritmo da bachata misturado ao sertanejo.

Veja o resultado do exame abaixo e leia sobre cada faixa, com comentários de Cristiano, a seguir.

‘Seu polícia’

A música mais tocada das rádios no 1º semestre de 2016 não apresentou a dupla só para o público. “Seu polícia” revelou Zé Neto e Cristiano para eles mesmos. “Quando você começa a carreira, a primeira pergunta que fazem é qual é sua identidade. A gente não sabia direito.”, admite Cristiano.

Lá em 2015, eles nem sabiam se iam gravar “Seu polícia”. “Ficamos na dúvida, mas depois vimos que nossa ‘vibe’ bateu com ela.” Estava em “Seu polícia” a tal identidade que eles procuravam.

“É essa sofrência, do cara que perdeu a mulher, está se afogando no álcool”, ele descreve.

‘Largado às traças’

Se “Seu polícia” projetou e moldou a dupla, “Largado às traças” aperfeiçoou o modelo e virou o grande sucesso, três anos depois. Neste caso, eles não duvidaram do potencial ao ouvir a composição no camarim. “Olhamos um para o outro e pedimos uma cerveja”, conta Cristiano.

A letra é cheia de expressões populares como “tocar um modão de arrastar o chifre no asfalto”, “apagar fogo com gasolina” e a preferida de Cristiano: “afogar a saudade no querosene”.

“Antes de sermos artistas, somos o povo”, ele diz. “A gente viveu, saiu, dançou, foi para rodeio. A gente sabe o que mexe com a gente mexe com a galera.”

“A gente gosta música pop, de outro estilos. Mas o que o povo gosta mesmo é sofrência”, diz.

‘Amigo taxista’

Lançada no início deste ano, tem o mesmo compositor de “Seu polícia”, Junior Angelim. O roteiro é parecido: um cara sofre de amor e explica sua dor para um profissional. Mas em vez de um policial, agora é um taxista que sente o drama.

Cristiano nega que o objetivo da faixa tenha sido fazer um “Seu polícia – Parte 2: Aventura no táxi”: “A gente não queria vincular as duas. Essa é uma música boa e que conta um caso muito comum: do cara que briga mas não consegue não perdoar a mulher”, descreve.

‘Cadeira de aço’

É um “modão sertanejo” tradicional. “Combina com essa ideia de cadeira velha de boteco”, ele diz. Em meio a uma onda de parcerias de sertanejos com outros estilos, eles não se misturam. “Nada contra, mas não é o que queremos.”

O vídeo lançado no fim de 2016 também ficou marcado pelas amofadas com marca de refrigerante e cerveja que eles seguram.

“Foi uma coisa aleatória, os fãs jogaram as almofadas no palco e a gente mostrou. Foi falha nossa, porque a gente fez propaganda de graça”, ele diz.

Hoje ele ri, mas também parece se arrepender mesmo: “Teve problema com outros patrocinadores depois”, conta.

Zé Neto e Cristiano (Foto: Eduardo Carvalho)

Zé Neto e Cristiano (Foto: Eduardo Carvalho)

‘Eu ligo pra você’

Essa música tem muita mágoa afogada no álcool, mas ainda é da época em que a dupla estava procurando a identidade. É uma balada mais quadrada, com um coro de “ôôô” à la Coldplay.

Eles gostam da banda de Chris Martin? “Demais”, diz Cristiano. “Peraí que eu vou entrar no Spotify para te falar”, ele diz, antes de citar “Paradise” como sua preferida, e ainda elogiar o U2.

‘Te amo’

Essa aqui e a faixa abaixo são as únicas da lista aqui compostas pelos próprios Zé Neto e Cristiano – e as duas com “te amo” no título. Eles já compuseram também para duplas como Henrique & Juliano e Humberto & Ronaldo.

Mas esse lado autor vai ficar de lado por enquanto. “Infelizmente a gente não tem tempo atualmente para sentar para compor. É muita gravação e show, então estamos nos dedicando mais a sermos intérpretes”, diz Cristiano.

‘Diz pra ela (ainda te amo)’

A letra não cita bebida, mas a faixa ganha um copinho no nosso exame alcoólico por causa da pergunta de Cristiano no clipe:

“É pra tomar pinga, Zé?”

O exame indica também os tambores da bachata – índice de 2,5 em um total de 5. O ritmo latino derivado do bolero se infiltrou no sertanejo romântico. Está em alta tanto entre os hispânicos, com ídolos como Romeo Santos, quanto entre as duplas brasileiras.

‘Bebida na ferida’

Além de falar sobre um sujeito que bebe para curar a dor no coração, a música tem um resultado otimista: o tratamento funciona até a longo prazo. “Sem você joguei bebida na ferida / Que bom que o álcool cicatriza.”

“Brasileiro sabe que beber faz bem para curar a ressaca de amor”, teoriza Cristiano.

É um dos hits deles em versão acústica (“a gente queria demonstrar uma simplicidade”). O formato destaca ainda mais a percussão da bachata. “O cajón [caixa percussiva] é bem elaborado, chama muita atenção mesmo”, comenta Cristiano.

‘Notificação preferida’

Lançada no dia 30 de junho e já com 66 milhões de views, é uma das que ajudou na explosão de Zé Neto e Cristiano em julho, em dupla com o novo hit abaixo. “Uma música vai puxando a outra, por isso os clipes vão cada vez melhor”, diz Cristiano.

As marcas da dupla são amenizadas aqui, tanto na tristeza comedida (“já doeu / mas não dói mais”) quanto na falta de referência a bebida, em raro caso de sofrência sóbria.

‘Mulher maravilha’

O clipe publicado no dia 13 de julho já foi clicado mais de 37 milhões de vezes. O novo hit deles é o que mais foge das características anteriores: é uma história feliz de um casal que acabou de ter filho. A bebida não é alcoólica: “Na mesa tem dois copos e uma mamadeira”.

A composição não é deles, mas “conta o momento que a gente está vivendo”, diz Cristiano. Ambos se casaram com suas amadas no fim de 2016 e tiveram filhos em 2017. A filhinha de Cristiano, Pietra, é três meses mais velha que o bebê do colega, José Filho.

“Gravar um DVD é um momento muito tenso. A gente sobe no palco apreensivo, preocupado. Então a emoção sempre vem. Qualquer coisa é motivo para desabar. E aquela música a gente já ouvia e chorava. Eu mesmo tive que me segurar”, diz o colega.

Por outro lado, Zé Neto chorou na gravação de DVD que virou clipe.

Conclusão: do feminejo à Bíblia

Será que esse homem de bom coração que sofre por amor, figura forte na músicas deles e de outros sertanejos recentes, é uma forma de resposta ao feminejo, em que as mulheres colocaram os homens na parede?

“Não acho que seja uma resposta. Foi sem pensar, é a verdade”, ele afirma. “Ninguém nasceu para ficar sozinho. Todo mundo fala que quer ficar solteiro, mas no fim sempre quer alguém”, diz Cristiano.

O argumento não termina no feminejo, mas na Bíblia. “O homem nasceu para constituir família. Isso é a lei natural da vida. Crescei e multiplicai-vos”, ele cita.

*G1

Skank promove álbum ‘Os três primeiros’ com música inédita de Samuel Rosa

No vindouro álbum ao vivo Os três primeiros, o Skank rebobina os repertórios dos álbuns Skank (1992), Calango (1994) e O samba poconé (1996) – os três primeiros da discografia da banda mineira, como informa o título da gravação captada em 25 de novembro de 2017 em apresentação do grupo no Circo Voador, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Contudo, o primeiro single do projeto chega às plataformas digitais em 15 de agosto com música inédita de Samuel Rosa, Algo parecido, e com capa que expõe ilustração de Emerson Camaleão. Trata-se da primeira composição inédita apresentada por Samuel Rosa (voz e guitarra), Haroldo Ferretti (bateria), Henrique Portugal (teclados) e Lelo Zaneti (baixo) desde o lançamento, há quatro anos, do álbum Velocia (2014).

O álbum Os três primeiros será lançado paulatinamente nos players da web em série de EPs. Mas também será editado em CD e em LP, além de o registro audiovisual do show gerar DVD.

*G1