Luan Santana pede Jade Magalhães em casamento durante passeio de balão: ‘Agora me sinto pronto’

Luan Santana e Jade Magalhães estão noivos. O cantor pediu a namorada em casamento durante um passeio de balão, em Portugal, nesta segunda-feira (16).

Luan compartilhou nas redes sociais um vídeo em que mostra o momento romântico.

“Te trouxe aqui, acima das nuvens, pertinho do céu, porque quero te dizer que agora me sinto pronto, preparado. Acho que nada é por acaso, tudo tem seu tempo pra acontecer. Quero te dizer que você é a mulher da minha vida. Não existe momento melhor do que esse pra fazer o que quero fazer: Quer casar comigo?”, questiona Luan durante a gravação.

“Quero muito”, responde Jade Magalhães.

O cantor sertanejo também publicou um texto relembrando o dia em que conheceu Jade, 11 anos atrás.

“Há 11 anos, uma garota de cabelos negros me amarrou debaixo de seus cabelos negros. Ela me conheceu cantando, mas foi ela quem me cantou a canção mais linda. Enquanto eu vivia as emoções de um novo e louco mundo, ela me mostrava um universo de calmaria e paz”.

“Assim Deus nos fez amigos. Depois senti seu beijo, seu cheiro, o toque das suas mãos e vi que o dia era mais colorido do seu lado. Assim Deus nos fez namorados”.

“Hoje comecei a imaginar um futuro do seu lado, um filho no meio de nós dois na cama, uma cadeira de balanço na varanda e então assim, perto do céu, acima das nuvens, Deus nos faz noivos”.

“Pra quem sempre cantou o amor, hoje eu te entrego tudo o que há de bom em mim. More em mim e me deixe morar em você, porque no fundo você sabe que sempre foi a minha casa. Saiba que agora será o meu mundo”, escreveu o sertanejo.

Jade também compartilhou um texto falando sobre seu amor ao cantor e o dia especial.

“16/09/2019. Eu sonhei com esse dia. E foi além de qualquer expectativa, mais lindo e mais poético do que eu poderia imaginar. Sim, com o céu como cenário, eu te aceitei. Te aceitei desde o dia que te conheci. Afinal, Deus sempre foi nossa melhor e maior testemunha. Sou sua namorada, amiga, noiva, esposa… quero ser toda sua, mãe dos seus filhos, avó dos seus netos, sua eterna companheira. Obrigada por me ensinar o verdadeiro significado do amor, sou apaixonada por você, Luan. Te amo!”.

*G1

Cantor português Roberto Leal morre aos 67 anos

O cantor português Roberto Leal, de 67 anos, morreu neste domingo no Hospital Samaritano, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 11 deste mês. A causa do óbito foi insuficiência renal em razão de uma reação alérgica a um medicamento. Radicado no Brasil, ele havia dado entrada para tratar complicações decorrentes de um câncer no olho, que enfrentava há dois anos. Os dois filhos, que moram no Canadá e na Austrália, já foram comunicados da morte e estão a caminho do Brasil. 

Autor de “Arrebita”, “Bate o Pé” e “Dá cá um beijo”, foi torcedor da Portuguesa e um dos letristas do hino do clube paulista. Em 2015, ajudou o time, que vive uma prolongada crise financeira, a conseguir um novo patrocinador. Com a música, teve sucesso nos anos 1970 e passou a ser um dos maiores embaixadores da cultura portuguesa no Brasil. Em entrevista ao jornal Diário de Notícias, de Lisboa, em setembro do ano passado, disse que tinha um sonho e por isso se lançou na política: foi candidato pelo PTB à deputado estadual. Ele obteve 8.273 votos e não se elegeu.

O velório acontecerá a partir de segunda-feira, das 7h às 14h, na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, em São Paulo. O enterro será realizado às 14h do mesmo dia, no cemitério de Congonhas. O ex-secretário de Estado das Comunidades Portuguesas José Cesário lamentou a morte do cantor nas redes sociais.

*Correiodopovo

Marília Mendonça não sofre mais? Como ela parou de cantar o que compõe para evitar fofocas

É raridade encontrar uma entrevista de Marília Mendonça sem reclamações sobre a fama. Quando se tornou a dona das músicas mais ouvidas no Brasil, em 2016, a cantora goiana disse que ser celebridade era como carregar uma cruz.

Mas os fofoqueiros agora foram longe demais. Marília pensa em nunca mais lançar o que compõe. Logo antes do evento de lançamento de sua série documental “Todos os Cantos”, que estreia no Globoplay nesta sexta-feira (13), ela diz ao G1 que não aguenta mais.

“Compor menos tem muito a ver com exposição. Eu nunca falei sobre esse medo, mas ele existe muito. Às vezes, eu escrevo alguma história que é muito distante, que eu li em um livro.”

Hoje, ela se divide entre páginas sobre gravidez e as de “A individualidade numa época de incertezas”, do filósofo polonês Zygmunt Bauman.

“Cara, já pensou se eu lanço uma música que é uma composição minha, e de repente está escrito amante? E a galera fala: ‘Olhaaa, Marília está sendo amante de alguém’.”

G1 Ouviu - Marília Mendonça - 'Supera'

G1 Ouviu – Marília Mendonça – ‘Supera’

Marília é refém da personagem de sofredora que criou. E, atualmente, sua vida pessoal tem quase nada a ver com ela. Grávida de quatro meses e “namorando por um tempo” o cantor Murilo Huff, decidiu parar de cantar versos próprios.

“De quem é a culpa?”, a última música que saiu do gravador de seu celular para sua carreira solo, é de janeiro de 2017. E é isso que muito fã quer saber: de quem é a culpa por não compor mais?

“Foi criada toda essa coisa em cima da Marília Mendonça, que as músicas são sobre a vida dela e tudo isso. Eu tenho muito medo”, confessa.

“Eu continuo compondo muito, se eu te mostrar meu gravador tem muita coisa, mas eu não tenho a intenção de lançar. Me expor falando é uma coisa, me expor cantando é outra totalmente diferente.”

Todos os cantos, menos o dela

Assista ao trailer da série' 'Marília Mendonça - Todos os Cantos'

Assista ao trailer da série’ ‘Marília Mendonça – Todos os Cantos’

Todas as 12 músicas do álbum “Todos os Cantos” são de outros compositores. A autora de “Amante não tem lar”, “Traição não tem perdão” e “Infiel”, o marco zero do feminejo, não quer mesmo se expor.

Então, será que faz sentido um documentário com os bastidores do projeto que quer levar shows surpresa para todas as capitais brasileiras?

“Eu fiquei super à vontade, né? A gente incluiu as partes punks. Eu queria mostrar o que deu errado também, a parte que eu choro, que me dói, que está difícil.”

Marília destaca uma cena em que ela e equipe foram distribuir os 150 panfletos de divulgação do show pelas ruas de São Luís:

“Estava muito calor, e eu estava muito cansada. Tem uma cena em que eu estou muito mal na van. Mas quando eu chego no hotel, sou eu e Deus. Ali é onde eu desabo de verdade. Mas na maioria das vezes eu já chego dormindo”.

Desde que o giro pelo Brasil começou, em agosto de 2018, em Belém, o cachê aumentou, ela parou de fumar e emagreceu 20 quilos. Quer ter seu filho Léo durante o projeto. Vai dar uma pausa de três meses, antes de cantar nas dez capitais que faltam.

Desconstruindo Marília

Marília Mendonça no lançamento do documentário 'Todos os cantos' — Foto: Divulgação/Globoplay

Marília Mendonça no lançamento do documentário ‘Todos os cantos’ — Foto: Divulgação/Globoplay

“A Marília sofredora sempre foi um personagem” é o mantra da cantora. Mas como a desconstrução dessa sofrência está sendo recebida pelos fãs? Todo mundo vai sofrer, menos minha sofredora favorita, agora em um relacionamento estável?

“Cara, na verdade foi bem difícil. Eu tive que explicar um pouco pra galera. Eu senti um ciúme da galera, sabe? ‘A Marília não pode ser feliz, ela tem que ser nossa, ela está do lado da sofrência’. Isso é inadmissível, mas rolou muito isso.”

“Mas eu fico muito feliz, porque esse personagem foi criado tão bem feito, sabe? Às vezes, eu estava lançando uma música sofrida, mas eu estava de boa, coraçãozinho de boa.”

Mesmo que as novas músicas não sejam dela, Marília diz cantar como se fossem. “São histórias que eu vejo acontecer. Eu lido com muitas coisas, lido com pessoas, eu leio muito, estou sempre nas redes sociais, então eu canto pras pessoas.”

“Cantar pra mim eu canto lá dentro do banheiro. Aí, eu vou lá e escuto Silva… Mas pra galera eu estou cantando o meu trabalho, a Marília Mendonça é do público, e canto o que a galera quer escutar. E vai ser sempre assim.”

Sertanejo líquido

Marília Mendonça e Anitta se encontram nos bastidores do "Criança Esperança" — Foto: Globo/João Miguel Júnior

Marília Mendonça e Anitta se encontram nos bastidores do “Criança Esperança” — Foto: Globo/João Miguel Júnior

Marília tenta se encontrar em uma era em que os artistas parecem se expor mais. Hoje, é mais natural ouvir popstars cantando sobre saúde mental e outros perrengues na vida. Os artistas estão perdendo o medo de serem pessoas comuns?

“Inclusive eu estou lendo um livro, e li um trecho que fala sobre isso. As celebridades substituíram os santos na cabeça da galera”, diz, citando Bauman.

“Porque santos são uma coisa… Eu nunca vou chegar naquilo ali, né? ‘E olha, ele tem tudo o que eu queria ter na minha vida, a vida perfeita, mas ele sofre como eu, ele passa por tudo como eu’.”

Bauman, morto em 2017, discutia como as relações da sociedade atual tendem a ser menos frequentes e duradouras. O conceito da “modernidade líquida” valia para campos variados, como relacionamentos, economia e política. Provavelmente, também para o sertanejo.

“Então, isso na verdade tem tornado, na minha cabeça, cada vez mais a celebridade tão celebridade, sabe? Porque a pessoa coloca outra pessoa em um pedestal ali e fala: ‘Olha, eu vou te adorar para o resto da vida, porque você sofre como eu, você come como eu, pensa como eu’.”

“Existem assuntos importantes que eu posso tratar também, né? Essa coisa mitificada do artista – eu acho que era muito difícil até para ter uma convivência. No projeto, eu vou panfletar todas as vezes, porque eu precisava de contato humano. Tento mostrar que eu sou uma pessoa como eles, cada vez mais.”

“Então, tem essa parte de me expor falando que estou doente ou estou inchada da gravidez, estou achando o meu nariz gigante, estou me achando horrível, sabe? Eu gosto muito de falar disso, até para entenderem que existem problemas e que nós somos seres humanos.”

Marília fala o que pensa. Mas, por enquanto, não quer cantar o que pensa.

*G1

Eduardo Costa expulsa homem que agredia mulher em seu show

— Meu amigo de Deus, como é que você pega a morena pelo cabelo dessa forma? Que falta de educação! Tirem esse cara, por gentileza.

Foi dessa maneira que Eduardo Costa interrompeu o show que fazia na sexta-feira (30), em Campo Mourão (PR), e expulsou um homem que agredia uma mulher que o acompanhava.

Segundo testemunhas que estavam na plateia, o homem teria ficado com ciúmes quando a garota resolveu dançar e, por essa razão, a agrediu. Depois da confusão, ela permaneceu na apresentação do sertanejo, que a aconselhou a não ficar mais com o agressor. 

— Moça, como você chama, por gentileza? Um beijo para você. (…) Pelo amor de Deus, uma mulher tão linda como você merece ser tratada de outra forma — disse Costa, em vídeo publicado nas redes sociais. 

Em seguida, é possível ver o cantor abraçando a fã que sofreu o ataque. Eduardo, então, retomou o show, mas antes deixou um recado ao público: 

— Normalmente esse tipo de homem é muito valentão com mulher. 

Sucesso do sertanejo, no fim de 2018, Eduardo Costa se envolveu em grande polêmica ao chamar a apresentadora Fernanda Lima de “imbecil” após discurso feminista. Mesmo com o pedido de desculpas do sertanejo, ela decidiu manter a decisão de processá-lo para “evitar agressões futuras”.

*Zerohora

Anitta e Pedro Scooby terminam namoro, diz colunista

Anitta Pedro Scooby não estão mais juntos. Pelo menos por enquanto. A informação foi divulgada na manhã desta sexta-feira (30) pelo colunista Leo Dias, do portal UOL.

Segundo ele, não houve briga e nem desentendimento. Também não há relação com a ex mulher de Pedro, Luana Piovani

 Leo Dias afirma que “Anitta está determinada a resolver outras questões pessoais e profissionais e acabou tendo que se afastar do surfista”. O colunista conversou com ambos. 

“Tanto Anitta quanto Scooby estão tristes e pediram respeito aos fãs neste delicado momento”, diz o texto dele.

Os dois anunciaram que estavam juntos em junho – também pelo colunista Leo Dias. Scooby e Luana Piovani haviam se separado no início de março. Eles estavam casados desde 2013 e têm três filhos: Dom, seis anos, e os gêmeos Bem e Liz, três.

Já Anitta terminou o casamento com o empresário Thiago Magalhães em agosto do ano passado. O relacionamento dos dois durou um ano. Depois ela chegou a se relacionar com Ronan Souza. Os dois apareceram juntos em janeiro deste ano, mas o romance não durou muito – no Carnaval eles já tinham rompido e a cantora ficou com o jogador Neymar.  

*Clickrbs

Madonna protesta pela Amazônia, mas erra nome de Bolsonaro

Neste quinta-feira (22), a cantora Madonna usou o Instagram para protestar contra as queimadas na Amazônia, que já está em seu 18° dia.

A imagem viralizou não pelo protesto, mas por um detalhe. A estrela pop acabou cometendo uma gafe e escreveu o nome do presidente de forma errada.

Madonna chamou o presidente de ‘Borsalino’.

A cantora arrumou a publicação e colocou o nome certo, porém os internautas não perdoaram e começaram a divulgar memes com a gafe cometida pela diva. 

O post foi parar nos Trending Topics do Twitter.

BTS anuncia pausa na carreira

O grupo sul-coreano BTS anunciou uma “pausa” na carreira para permitir que os integrantes da banda “recarreguem as energias”. A agência Big Hit Entertainment anunciou que os membros do BTS farão a “primeira pausa oficial desde seu início, há seis anos”, que deve durar algumas semanas, pois uma apresentação está agendada para 11 de outubro na Arábia Saudita.

A agência destacou em um comunicado, que a pausa servirá para que os sete integrantes do grupo para “aproveitem a vida cotidiana como jovens de 20 anos”, “recarreguem as energias e se renovem como músicos e criadores”.

O BTS (abreviação de Bangtan Sonyeondan, que significa “Escoteiros à prova de balas”) é um fenômeno musical. É o primeiro grupo de K-pop a liderar as vendas nos Estados Unidos e Reino Unido.

*Correiodopovo.com.br

Lady Gaga é acusada de plágio em “Shallow”

A cantora Lady Gaga, 33 anos, pode enfrentar processo milionário na Justiça da Inglaterra depois de ser acusada de plágio em seu sucesso Shallow, presente na trilha sonora do remake de Nasce Uma Estrela (2018), que estrelou ao lado de Bradley Cooper, 44.

De acordo com o jornal britânico The Independent, um compositor desconhecido afirma que Gaga usou a mesma progressão de notas de uma canção dele lançada há seis anos chamada Almost.

O músico Steve Ronsen usa como principal argumento de que a artista imitou a progressão das três primeiras notas da canção dele, que são sol, lá e si.

Segundo reportagem, o compositor pede milhões como forma de ressarcimento da cópia que ele alega que Gaga cometeu. Em entrevista ao PageSix, o advogado de Steve contou que equipe do músico entregou um relatório aos representantes de Gaga mostrando a similaridade.

— Em nome de uma saída amigável, minha equipe entregou a Lady Gaga um relatório oficial, com um renomado especialista determinando que há semelhanças no tempo, ritmo e harmonia entre as canções.

Tanto a cantora quanto seus advogados negam todas as acusações. Segundo os advogados de Gaga, isso não passa de um homem tentando ganhar dinheiro em cima do sucesso dos outros.

— Mr. Ronsen e seu advogado estão tentando ganhar dinheiro fácil às custas de uma artista de sucesso.

*Zerohora

“A sofrência em cima do palco vai continuar”, diz Marília Mendonça

Na tarde deste domingo (11), a principal cantora da atualidade da música brasileira estará entre nós, apresentando seu show batizado de Todos Os Cantos, na Marina Navegantes São João.  No momento, não é exagero definir Marília Mendonça desta maneira, principalmente, pelos seus números superlativos: em ranking divulgado nesta semana, pelo Spotify, ela aparece nos calcanhares de Felipe Araújo, primeiro brasileiro na lista do Top 5 das músicas mais ouvidas na história do Spotify Brasil. 

Com Atrasadinha, Felipe ficou 84 dias como o artista mais ouvido. Marília, com Todo Mundo Vai Sofrer, já está há 79 dias com a música mais ouvida na plataforma digital. O número 1 da lista é Calvin Harris, que ficou 130 dias como artista mais ouvido, com a faixa Blame

Já o clipe da faixa, lançado há dois meses, tem mais de 160 milhões de visualizações. Para completar, somente quatro de suas principais músicas somam o incrível número de 1,7 bilhão de visualizações no YouTube, plataforma na qual Marília é a cantora mais ouvida no país, há 145 semanas. 

Além desse sucesso todo no palco, a Rainha da Sofrência, como ficou conhecida, agitou os noticiários nos últimos meses ao anunciar sua gravidez, em junho – ela será mãe de um menino, que deve nascer no começo de 2020, fruto do relacionamento com o sertanejo Murilo Huff. 

Por e-mail, a goiana, 24 anos, falou sobre sua nova rotina, como tem conciliado os shows com os cuidados com a gravidez e sobre a apresentação que fará neste domingo, que também tem como atração Jerry Smith, do hit Quem Tem o Dom. O evento é uma promoção da rádio 92 (92.1FM). 

Como estás conciliando tua rotina de shows (em agosto, a agenda da estrela marca 19 apresentações) com a gravidez? 

Por enquanto, estou seguindo tudo normal, só lidando com a variação de humor mesmo (risos). Mas, na rotina, não tenho nenhuma restrição e pretendo seguir com todos os compromissos.

Quando tu pretende dar uma pausa nos shows?

(Se tudo estiver) correndo bem, pretendo ir até o finalzinho do ano. Depois, vou dar uma pausa e me preservar para esse momento tão especial.

Tua vida pessoal deu uma reviravolta nos últimos meses. Antes, tu cantava sobre sofrência e solidão, agora, estás namorando e grávida? Como achas que teus fãs tem recebido essa tua “mudança”?

Eu tenho conversado muito com os meus fãs sobre esse momento e tenho dito que estou no melhor momento da minha carreira e, agora, vivendo uma felicidade inexplicável também na minha vida pessoal. Tudo isso só me incentiva e me inspira a continuar fazendo o meu trabalho da forma como sempre fiz, com muito carinho e dedicação. A sofrência em cima do palco vai continuar, já tenho muitas músicas maravilhosas, que estão vindo na continuidade do projeto Todos os Cantos e mil planos para o futuro. Podem ficar tranquilos (risos).

O que os gaúchos podem esperar de diferente em relação aos teus últimos shows por aqui que, aliás, sempre lotam)?

Esse show tem todo o repertório do Todos os Cantos. Deu trabalho para montar, porque eu não queria deixar nada de fora e, ainda, incluir músicas dos meus trabalhos anteriores. Então, está tudo nesse show, estou adorando a turnê e não vejo a hora de cantar junto com os gaúchos.  

Serviço

— O quê: festa Baila Maori, com shows de Marília Mendonça e Jerry Smith

— Quando: neste domingo, a partir das 15h

— Onde: Marina Navegantes São João, Travessia Engenheiro Régis Bitencourt, 1.101, Ilha do Pavão

— Quanto: ingressos a R$ 126,50 (frontstage) e R$ 452,50 (onstage), à venda neste link.

*Zerohora

Fãs dos Beatles comemoram 50 anos da foto de capa de “Abbey Road”

Fãs dos Beatles do mundo todo se reuniram nesta quinta-feira perto do Abbey RoadStudios, em Londres, para marcar o 50º aniversário de uma das capas mais icônicas da história da música.

A imagem dos lendários Fab Four atravessando sobre a faixa de pedestres em frente ao local estampou o “Abbey Road”, último álbum de estúdio banda, e foi feita por volta das 11h35min da manhã do dia 8 de agosto de 1969 pelo fotógrafo escocês Iain Macmillan. A Imagem de John Lennon, Ringo Starr, Paul McCartney e George Harrison é instantaneamente reconhecida.

Centenas de pessoas se reuniram no local para tirar uma foto. “A cada hora, de cada dia, há fãs no cruzamento”, disse Richard Porter, guia turístico dos Beatles, que organizou a comemoração. “Eu também vi muotas coisas diferentes no cruzamento, desde casais tirando fotos de casamento até pessoas atravessando a faixa de segurança nuas”, comentou.

A oportunidade foi particularmente alegre para um membro de uma banda cover dos Beatles, que pedia sua namorada em casamento.

Versão comemorativa

Pelo Instagram, a banda anunciou uma versão comemorativa do trabalho, com novas mixagens em som estéreo, surround 5.1 e Dolby Atmos.

O disco é expandido com gravações e demonstrações de sessões inéditas. Estará disponível para compra a partir de 27 de setembro deste ano. “A jornada de gravação dos Beatles passou por muitas reviravoltas, aprendendo curvas e excitantes atrações. Aqui estávamos nós – ainda imaginando a magia de tudo isso ”, lembrou Paul em seu prefácio escrito para os pacotes da edição especial.

“A mágica vem das mãos tocando os instrumentos, a mistura das vozes dos Beatles, a beleza dos arranjos”, explicou o produtor Giles Martin em sua introdução escrita para a nova edição. “Nossa missão é simplesmente garantir que tudo soe tão fresco e te atinja tão forte quanto seria no dia em que foi gravado”, completou.

Imagem histórica

A ideia da foto surgiu de um desenho que McCartney rabiscou de quatro homens atravessando uma faixa de pedestres. A hora foi escolhida para evitar os fãs, que sabiam que a banda geralmente aparecia nos estúdios no meio da tarde. A polícia interrompeu o tráfego para permitir que Macmillan tirasse as fotos, seis ao todo. A quinta foto foi a escolhida, pois mostrava todos os membros da banda dando um passo sincronizado. A sessão durou apenas 10 minutos.

As gravações finais do álbum foram feitas 12 dias depois, no dia 20 de agosto. “Abbey Road” foi lançado em 26 de setembro – seis dias depois de Lennon revelar aos companheiros de banda que ele ia deixar o grupo. Gravado após o álbum “Let It Be”, lançado apenas em 8 de maio de 1970, foi criado em uma atmosfera muito mais descontraída.

O álbum tem 17 faixas, incluindo “Something” e “Here Comes the Sun”, de Harrison, “Octopus’s Garden”, de Starr, “Come Together”, de Lennon, e um medley de trechos de músicas inacabadas, em grande parte de autoria de McCartney. Fato raro, a capa não apresentava o nome da banda ou do disco. Contudo, tornou-se um clássico. Ela também alimentou a teoria da conspiração conhecida como “Paul Is Dead”.

Algumas pessoas acreditavam que McCartney tinha um cigarro na mão direita, apesar de ser canhoto, o que provaria que a pessoa na fotografia era um impostor. Também viam outras mensagens ocultas na imagem, por ele ser o único com a perna direita à frente, ao contrário de seus companheiros. E, além disso, só ele estava descalço, entre outros elementos que alimentavam a teoria de que o músico havia morrido e tinha sido substituído por um sósia.

Peregrinação

O Abbey Road Studios fica em St. John’s Wood, uma parte residencial rica do noroeste de Londres. Construído em 1829, era originalmente uma casa de nove cômodos antes de ser transformado no primeiro estúdio de gravação do mundo, em 1931. Inicialmente foi usado para gravações de música clássicas, mas acabou se abrindo para o jazz, grandes bandas e, eventualmente, o rock. Quase 190 das 210 músicas dos Beatles foram gravadas no local. A casa de McCartney em Londres fica bem na esquina do endereço célebre.

O lugar atrai beatlemaníacos de todo o mundo desde então, com inúmeros fãs sendo fotografados enquanto atravessam a faixa para reproduzir a imagem imortalizada. O cruzamento também é continuamente transmitido ao vivo pelo site do estúdio.

O estúdio, normalmente fechado ao público, desistiu de tentar dissuadir os visitantes de rabiscar grafites no muro branco do jardim e agora incentiva as manifestações. A faixa de pedestres ganhou status de monumento histórico inglês em 2010.

*Correiodopovo