Selena Gomez completa 27 anos com carreira de sucesso na música e TV

Selena Gomez é uma millenial que representa bem a demografia atual dos Estados Unidos atual: filha de mexicanos e nascida no Texas, ela está entre os 57 milhões de americanos que são de origem latina, hoje o segundo maior grupo populacional do país, segundo dados do último censo. 

Completando 27 anos nesta segunda-feira (22), ela ajuda a constituir a diversidade da música pop atual do país, que tem entre seus ídolos a barbadiana Rihanna, a negra Beyoncé, a colombiana Shakira e as brancas de origem country Miley Cyrus e Taylor Swift. Esse recorte é praticamente um raio-x do novo Estados Unidos e Selena se destaca também por representar boa parte do seu país

A história de Selena, no entanto, difere das citadas. Isso porque, inicialmente, o interesse dela foi a atuação. Através da participação no seriado Barney e Seus Amigos, ela se tornou conhecida nacionalmente

Durante os seis anos seguintes, Selena se dedicou exclusivamente à TV e ao cinema, com participações em Walker, Texas Ranger: Julgamento de Fogo, Zack & Cody: Gêmeos em Ação, Hannah Montana, Os Feiticeiros de Waverly Place, Jonas Brothers: Living the Dream, Outro Conto da Nova Cinderela e Programa de Proteção para Princesas

Mas foi como cantora que ela se consagrou e se tornou conhecida mundialmente. O primeiro disco dela saiu em 2009 e foi sucesso imediato. Kiss & Tell, que traz a cantora ladeada pela banda The Scene, teve como primeiro single Falling Down. O CD chegou à nona posição da parada da Billboard

Como vocalista da banda Selena Gomez & the Scene, ela lançou outros dois álbuns (A Year Without Rain e When Sun Goes Down), que ajudaram a sedimentar o passo que ela daria adiante

Foi em 2013 que ela assumiu uma carreira como estrela solo, por meio do álbum Stars Dance. Em sua primeira semana, o álbum vendeu mais de 97.000 mil cópias nos Estados Unidos, e, consequentemente, lhe fez estrear no topo da Billboard 200. Revival, de 2015, teve desempenho igual, mas é por enquanto o último trabalho de estúdio dela

Nos últimos quatro anos, apesar de não ter abandonado a música, a cantora se dedicou a voltar a atuar (o que nunca deixou de fazer, vale ressaltar). Ela esteve nos elencos de Amizades Improváveis, Vizinhos 2, Batalha Incerta e Os Mortos Não Morrem, aclamado em 2019 no Festival de Cannes

Apesar da atribulada divisão de carreira entre o cinema, a TV e a música, a vida pessoa de Selena não é diferente. Durante os 27 anos de vida, o seu romance conturbado com Justin Bieber gerou tantas manchetes quanto seus feitos profissionais

Em março de 2011, ela assumiu publicamente seu namoro com o cantor canadense Justin Bieber. Juntos, mantiveram um relacionamento de idas e vindas por quase 4 anos, mais vieram a terminar definitivamente no fim de 2014. Desde então, ela se envolveu com o DJ Zedd e The Weeknd

Selena também é um dos rostos mais procurados pelas marcas para a realização de campanhas publicitárias. Terceira celebridade mais seguida do Instagram hoje (só fica atrás de Cristiano Ronaldo e Ariana Grande), ela é garota propaganda da Puma e substituiu Gisele Bundchen como rosto mundial de uma linha de cosméticos femininos

Lidar com a fama, no entanto, não é tão simples para Selena. Desde 2010, ela assume que enfrenta depressão, o que fez com que ela desse algumas pausas na carreira

A doença também teria outra origem: o lúpus, doença autoimune que atinge Selena. Podendo afetas vários órgãos, a enfermidade causa sintomas como fadiga, febre e dor nas articulações

Desde março de 2009, Selena é oficialmente a Embaixatriz Internacional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF)

Esses quase 20 anos de carreira fez com que a cantora atingisse feitos notáveis também. Em 2018, Selena foi nomeada como uma das “maiores artistas femininas da década” pela revista Billboard, ocupando a 6ª posição e sendo a mais jovem da lista

*R7

David Bowie inspira edição especial da Barbie

A Mattel anunciou o lançamento de uma edição mais do que especial da Barbie. Em comemoração aos 50 anos do lançamento de “Space Oddity”, uma das maiores e clássicas músicas de David Bowie, a empresa criou um modelo inspirado em Ziggy Stardust, personagem que viraria uma das marcas registradas do roqueiro.

Criado na década de 1970, Ziggy era o alter ego do cantor e serviu de inspiração para o disco “The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars”, de 1972. O personagem era um rock star que agia como um mensageiro de seres extraterrestres. 

A boneca faz uma representação fiel ao figurino usado por Ziggy com as botas vermelhas, macacão platinado e listrado, o topete ruivo e a marca na testa. O produto já está disponível para compra no site da marca

“Madame X”, novo álbum de Madonna, é o mais vendido no iTunes em 60 países

Madonna divulgou, nesse sábado, que “Madame X”, seu 14º álbum de estúdio, é o mais vendido no iTunes em 60 países. A cantora comemorou o feito em uma postagem no Instagram. 

“Faz Gostoso” 

No Brasil, a americana conquistou dois rankings nas plataformas de streamings por causa da sua parceria com a Anitta. “Faz Gostoso” é a faixa mais ouvida na Apple Music no País. Já no Spotify, a música ficou no segundo lugar no Top 50 Nacional.

No Youtube, a faixa também tem um bom registro no canal oficial da Madonna com 1.924.752 visualizações até o início da tarde deste domingo.

A Anitta também se pronunciou sobre a parceria com a Madonna na sua conta no Instagram, agradecendo a importância da Rainha do Pop na sua vida. 

“Tudo que eu quero dizer hoje é OBRIGADA. Como eu falei pessoalmente, Madonna, se hoje eu me sinto livre, poderosa e forte para me expressar, expressar minha sexualidade e meu jeito de ser mulher é por causa de sua luta de muitos anos. Sua luta por liberdade mudou milhões e milhões de vidas, incluindo a minha. É uma honra fazer parte da sua história incrível de alguma forma”, escreveu a funkeira

Ouça “Faz Gostoso”:

*Correiodopovo

Diretor de “Rocketman” quer dirigir cinebiografia de Madonna

O diretor de “Rocketman”, Dexter Fletcher”, está se tornando um especialista em cinebiografias de grandes estrelas musicais. Depois de ser consagrado com a história de Elton John no Festival de Cannes, o cineasta afirmou que gostaria de dirigir um filme baseado na vida e carreira de Madonna. 

Em entrevista ao Entertainment Weekly, Fletcher disse que a experiência de uma cinebiografia da cantora seria extraordinário. “Eu gostaria de fazer um filme sobre a Madonna! Isso soa como um passeio de montanha russa! Seria extraordinário. Eu não sei o quão feliz ela ficaria com essa ideia. Mas que vida extraordinária essa seria. Se eu fosse pegar outro ícone dessa proporção, seria ela. Ela é espetacular”, afirmou. 

Além de “Rocketman”, o diretor assumiu “Bohemian Rhapsody” faltando duas semanas para o encerramento das filmagens após o Brian Singer ser afastado do longa. 

Elton John critica censura na Rússia a cenas de sexo no filme sobre sua vida

O cantor Elton John criticou neste sábado a decisão da distribuidora na Rússia de censurar cenas de sexo gay no filme sobre sua vida, “Rocketman”. “Rejeitamos da maneira mais enérgica a decisão de censurar ‘Rocketman’ no mercado russo”, afirmou o artista em um comunicado publicado no Twitter. “O fato de a distribuidora local ter considerado necessário editar certas cenas (…) é um triste reflexo sobre o mundo dividido no qual ainda vivemos e de como o amor entre duas pessoas ainda pode ser tão cruelmente inaceitável”, completou.

A distribuidora na Rússia do filme biográfico censurou cenas de amor homossexual e de consumo de drogas na versão para esse país, segundo os críticos que assistiram a uma exibição nesta sexta-feira em Moscou. A companhia confirmou ter realizado essas modificações por razões legais. “Todas as cenas de beijos, amor ou sexo oral entre homens foram cortadas”, escreveu no Facebook o crítico de cinema russo Anton Doline, qualificando de “flagrantes” alguns dos cortes.

View image on Twitter

View image on Twitter

Elton John@eltonofficial10.3K6:17 PM – May 31, 20192,717 people are talking about thisTwitter Ads info and privacy

Apresentada no Festival de Cannes, “Rocketman” conta a ascensão de Elton John, um dos primeiros cantores abertamente gay, e sua luta contra os vícios (drogas, sexo, álcool). A empresa que distribui “Rocketman” na Rússia, Central Partenership, confirmou à agência estatal TASS que o filme foi modificado para “respeitar as leis russas”. Desde 2013, uma lei pune com multa ou prisão qualquer ato de “propaganda” homossexual ante menores. No entanto, não está claro se isso se aplica ao filme, que será proibido para menores de 18 anos quando estrear na Rússia, na próxima semana. 

O ministro russo da Cultura, Vladimir Medinski, desmentiu que sua pasta tenha sido responsável por estes cortes, argumentando que “tudo é decidido pela distribuidora”, segundo a agência Ria Novosti. Outros filmes com cenas de amor homossexual, entre eles Bohemian Rapsody, sobre o vocalista do Queen, Freddy Mercury, já foram exibidos na Rússia sem cortes. Elton John é popular na Rússia, onde se apresentou pela primeira vez em 1979, durante a época soviética. No entanto, o cantor se mostrou crítico às leis russas, consideradas discriminatórias para os homossexuais.

*Correiodopovo

Bon Jovi recebe título honorário de doutor em música nos EUA

Jon Bon Jovi recebeu um título honorário de doutor em música na última segunda-feira. Vídeos publicados no YouTube mostram o momento em que o roqueiro recebe a honra e os estudantes entoam “Livin’ on a Prayer”. “É melhor ser um doutor do que precisar de um doutor (médico)”, disse ele ao compartilhar as fotos. O músico posou ao lado dos colegas graduados e da estátua de Benjamin Franklin. A informação da cerimônia só foi divulgada nesta quinta. PUBLICIDADE 

Durante a cerimônia, Bon Jovi foi exaltado por seu sucesso musical, bem como por seus esforços humanitários, pela presidente da universidade, Amy Gutmann. Essa não é a primeira vez que o cantor é homenageado por uma instituição educacional. Em 2001, ele recebeu o título de doutor honorário de Humanidades da Universidade de Monmouth.

No Brasil

Na semana passada, Bon Jovi anunciou que fará três shows extras no Brasil com a turnê “This House Is Not For Sale”. O grupo vai se apresentar no Rock in Rio em 29 de setembro, mas antes subirá ao palco do Estádio do Arruda, em Recife , no dia 22 de setembro. Também vai ao Allianz Parque, em São Paulo, no dia 25 de setembro, e na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba , em 27 de setembro.

*Correiodopovo

“Rocketman”, filme sobre Elton John, estreia em Cannes

Astro considerado excêntrico por muitos, o cantor inglês Elton John colocou seu excepcional repertório musical a serviço da luta contra a aids e agora sua música pop engajada chega aos cinemas com “Rocketman”, filme exibido fora de competição no Festival de Cannes. Dirigido por Dexter Fletcher, o longa-metragem será projetado nesta quinta-feira na presença do artista de 72 anos, interpretado pelo ator britânico Taron Egerton.

O filme explora a ascensão do cantor e compositor, assim como sua frutífera relação de trabalho com Bernie Taupin, que escreveu as letras de várias de suas canções. Os dois se conheceram ao responder a um anúncio publicado por uma gravadora de Londres em 1967, quando o cantor, cujo nome verdadeiro é Reginald Kenneth Dwight, tinha 29 anos e adotou o nome artístico de Elton Hercules John.

A parceria gerou um fenômeno mundial, iniciado em 1970 com o álbum “Elton John”, que tinha o hit “Your Song”. Entre 1970 e 1976, a dupla lançou 14 álbuns, que incluíram canções que se tornaram clássicos, entre elas “Rocket Man”, “Crocodile Rock”, “Bennie and the Jets” e “Don’t Go Breaking My Heart”. Após um breve afastamento, os dois retomaram a colaboração em 1980, o que levou Elton John novamente ao topo das paradas, especialmente com a canção “I’m Still Standing”.

Com a música “Candle in the Wind 1997”, um sucesso de 1973 que o cantor reescreveu a pedido da família real britânica em homenagem à princesa Diana e que interpretou no funeral de sua amiga na Abadia de Westminster, Elton John bateu o recorde de single mais vendido no mundo: 33 milhões de exemplares.

Bastidores obscuros

No palco, o figurino extravagantes e suas acrobacias atraíam multidões. Mas nos bastidores o cenário era obscuro, com drogas, álcool e crise de bulimia. Até que o cantor conheceu um jovem hemofílico contaminado com o vírus da aids no início dos anos 1990, o que marcou uma guinada em sua carreira e uma mudança radical em sua vida. “Era desintoxicar ou morrer”, explicou o artista, que se considera “sortudo” por não ter contraído o HIV.

Ele criou a Fundação Elton John de combate a Aids em 1992, um ano depois da morte de seu amigo Freddie Mercury, líder do grupo Queen, vítima da doença. A rainha Elizabeth II o nomeou cavaleiro em 1998. A recuperação pessoal foi acompanhada de uma ressurreição musical, marcada pelo êxito de “Sacrifice” em 1990. Após uma cirurgia nas cordas vocais em 1987, sua voz ganhou um tom mais grave.

300 milhões de discos

Elton John vendeu mais de 300 milhões de discos no mundo, fez mais de 3.500 shows e venceu diversos prêmios, incluindo um Oscar em 1995 pela canção “Can You Feel the Love Tonight”, composta para a animação “O Rei Leão”. En 2016, seu 33º álbum de estúdio, “Wonderful Crazy Nights”, mais uma colaboração com Bernie Taupin, foi um dos 10 mais vendidos no Reino Unido.

Com um retorno às origens roqueiras de seu piano, Elton John demonstrou sua alegria de viver, entre seu casamento e a paternidade recente. “Olhar para trás é uma perda de tempo”, cantou em “Looking Up”. Na balada final “The Open Chord”, fala sobre a vida familiar e faz referência ao fim dos “pecados” e os “horrores que o diabo me fazia carregar todos os dias”.

Elton John se casou com seu companheiro David Furnish em 2014, poucos meses depois da legalização do casamento gay na Inglaterra. O casal tem dois filhos: Zachary, nascido em 2010, e Elijah, nascido em 2013. No ano passado, o cantor e compositor anunciou que se aposentaria após uma turnê de despedida de três anos para passar mais tempo com seus filhos.

Longe dos palcos e apegado a suas raízes, Elton John é presidente honorário vitalício do Watford, que disputa a Premier League, desde 2009. De acordo com a lista de 2019 do jornal Sunday Times dos músicos mais ricos do Reino Unido, Elton John aparece em quarto lugar com uma fortuna de 320 milhões de libras.

*Correiodopovo

“Estou sendo punida por ter 60 anos”, desabafa Madonna sobre peso da idade

Considerada por muitos como a “rainha do pop”, a cantora Madonna desabafou sobre o peso da idade quando se trata do universo da música. Em entrevista à edição de junho da revista Vogue britânica, a cantora disse que sente que está sendo “punida” por fazer 60 anos.

“As pessoas sempre tentaram me silenciar por uma razão ou outra, seja porque não sou bonita o suficiente, não canto tão bem, não sou tão talentosa, não sou casada o suficiente, e agora é que não sou jovem o suficiente. Então, eles continuam tentando encontrar um gancho. Agora eu estou lutando contra o preconceito da idade, estou sendo punida por ter completado 60 anos”, revelou.

Madonna lança seu 14º álbum de estúdio, Madame X, em junho. O trabalho foi produzido durante residência da cantora em Portugal. O processo de gravação de Madame X, composto por 15 músicas que combinam inglês, português e espanhol, durou 18 meses com sessões em Portugal, Reino Unido e Estados Unidos.

Além de Maluma, que participa das canções “Medellín” e “Bitch, I’m loca”, outros colaboradores do álbum são: a brasileira Anitta, na faixa “Faz Gostoso”; o americano Quavo, membro do grupo de rap Migos, com a canção “Future”; e também a americana Swae Lee, em “Crave”.

Confira o vídeo de apresentação de “Madame X”:

Lenny Kravitz exibe sua fazenda no Rio de Janeiro em vídeo no Youtube

O cantor americano Lenny Kravitz exibiu sua fazenda do Rio de Janeiro em um vídeo no Youtube, mostrando o que contém nos cômodos da casa principal, além de frutas e vegetais produzidos por lá e até local de ensaio de sua banda. “Quando você entra neste lugar, entra em uma fazenda em que todos comem lindos produtos orgânicos, é um otimo lugar para vir e ser criativo e é uma parte da vida que, felizmente, não nos cansamos”, conta.

Ele entra na casa, mostra um piano, que comprou há 25 anos, e uma pintura de seu afilhado. Quando vai ao quarto, mostra uma fotografia de seu avô, feita por Ruven Afanador, nas Bahamas, enquanto gravava o album “Circus”. “Sempre quero poder tocar um instrumento”, diz o cantor. Por conta disso, ele possui um amplificador Fender e uma guitarra preta Les paul, da Gibson, para poder tocar na casa. Além disso, a banda dele está lá, “fazendo ensaios, refeições e vivendo juntos”. Em um dos cômodos, ele exibe uma poltrona vermelha que pertenceu a Andy Warhol. 

*Correiodopovo

Elton John revela que “Rocketman” foi fiel à sua história

Outra cinebiografia de um rockstar tomará conta dos cinemas no próximo mês. “Rocketman” mostrará a vida pessoal e profissional de Elton John, músico britânico que já vendeu mais de 300 milhões de disco e tornou-se um dos músicos de maior sucesso do mundo. 

Segundo o Elton John, o longa dirigido por Dexter Fletcher foi fiel à sua trajetória. “A história tinha que ser a mais honesta possível. Os baixos foram bem baixos, mas os altos também foram bem altos. E era assim que eu queria fosse que o filme”, confessou John em vídeo sobre o filme. 

O próprio diretor relatou que o filme é uma fantasia musical épica sobre a incrível história da carreira do ícone da música. “Esse filme é uma releitura mágica do Elton John sobre a sua própria vida. Pelo Elton ser naturalmente quem ele é, sua história nos permite entrar em um mundo de fantasia e imaginação”, revelou Fletcher.

O ator Taron Egerton foi o responsável por dar vida a John nas telonas. “É incrível como esse garoto humilde se tornou um dos maiores ícones do mundo da música. A maior alegria da minha carreira profissional foi fazer esse filme”, comemorou Egerton.

“Rocketman” mostra a fantástica jornada de transformação do tímido garoto e pianista prodígio Reginald Dwight no superstar internacional Elton John, uma das figuras mais icônicas da cultura pop. O elenco ainda  conta com Jamie Bell, interpretando o compositor parceiro de longa data de Elton John, Bernie Taupin, Richard Madden, como o primeiro empresário de Elton, John Reid, e Bryce Dallas Howard, como a mãe de Elton, Sheila Farebrother.

*Correiodopovo